Univates apresenta case no maior evento de internet do Brasil

Postado em 06/12/2017 16h49min e atualizado em 07/12/2017 09h24min

Por Nicole Morás

 

Cada vez que você acessa um conteúdo na internet, o seu provedor se conecta a outros provedores até chegar na origem dos dados, como as redes sociais, sites de notícias, entre outros. Acontece que a maioria dos provedores no Brasil se conectam ao mesmo ponto, o que pode gerar lentidão, por exemplo. Pensando na grande demanda de acesso às ferramentas do Google, a Univates deu início ao projeto IX-Lajeado, que é um projeto do Nic.BR hospedado na Univates, que viabilizou a instalação de servidores do Google na Instituição, atraindo novos provedores a participarem desta iniciativa, e está colaborando para a descentralização dos dados. Com isso, quando se acessa Youtube, por exemplo, o conteúdo está aqui na Univates. Assim, a qualidade do Youtube para os usuários fica muito melhor. Para você ter uma ideia, a cada mês trafega cerca de 1 Peta Bytes através do IX na Univates só de conteúdo Google.

Participação da Univates no IX (PPT) Fórum 11

Divulgação

Foi justamente este projeto que o analista de redes de Tecnologia da Informação Natan Luiz Zanchi, do Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) da Univates, apresentou no IX Fórum (antigo PTT Fórum), maior evento de internet do Brasil, realizado em São Paulo, entre os dias 4 e 5 de dezembro. Ele proferiu a palestra “Descentralização do IX.br, case IX-Lajeado”.

O IX Fórum é um evento anual que, desde 2007, oferece um ambiente para o diálogo sobre os principais assuntos relacionados à infraestrutura Internet no país. Este é um evento bilingue (Português e Inglês), com tradução simultânea e transmissão ao vivo pela Internet.

O evento faz parte da VII Semana da Infraestrutura da Internet no Brasil, que reúne, em uma mesma semana, em um único local, os eventos técnicos mais importantes da Internet no Brasil, sendo promovido pelo CEPTRO.br (Centro de Estudos e Pesquisas em Tecnologia de Redes e Operações) do NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR), com o apoio do CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil).