FORMAÇÃO DE PROFESSORES: PROCESSOS DIALÓGICOS COM O ETHOS DOCENTE

Mônica Macedo, Sabrina Guedes Oliveira

Resumo


O objetivo desse artigo traduz-se numa pretensão de analisar os caminhos, recuos e possibilidades do trabalho de formação de professores a partir de um conjunto de lógicas que delineiam esse profissional e sua atuação nos anos iniciais, a partir dos anos 60 do século XX à atualidade da sociedade carioca da Pós-Modernidade. Que mudanças e perfis a formação de professores dos anos iniciais vem tomando? Ou melhor dizendo: De posse de um conhecimento pedagógico, a quem e como servimos? Essas são algumas das questões que buscamos discutir com o leitor num movimento de mobilizar hipóteses, muito mais que dar respostas, a um campo que nos interessa em busca de saídas para uma profissão que não se quer à míngua e muito menos absoluta, mas que consiga sobreviver aos encalços das incertezas do nosso tempo.

Palavras-chave


Formação de Professores; Historicidade; Identidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.1983-0882.v14i3a2017.1691

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 SABRINA GUEDES OLIVEIRA

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: