ABORDAGEM FISIOTERAPÊUTICA EM PACIENTE COM TRAUMA RAQUIMEDULAR (TRM) – UM ESTUDO DE CASO

Barbara Passos de Sá, Cláudia Inês Sebastiany, Fabíola Lindeman Ferla, Priscila Luisa Simon, Lydia Christmann Espindola Koetz

Resumo


O Trauma Raquimedular (TRM) causa déficits motores e/ou sensoriais, leva à perda de função, podendo levar ao afastamento social. Devido à incidência destas lesões medulares, ao tempo de reabilitação de um paciente com este diagnóstico e sua reinserção social, o objetivo deste estudo foi intervir por meio da fisioterapia, no processo de reabilitação de um paciente TRM. Os atendimentos (a domicílio) ocorreram durante a disciplina de Fisioterapia Aplicada à Gerontologia e Reumatologia, em parceria com o grupo Interdisciplinar do Projeto de Ações Comunitárias do Centro Universitário UNIVATES. O trabalho foi desenvolvido com paciente do sexo feminino, que possui diagnóstico de TRM. Foram executados testes para avaliação da paciente e após traçado plano de tratamento. O trabalho foi realizado em seis encontros, uma vez na semana, no período de março a maio de 2011. Não se obteve resultados satisfatórios referente aos objetivos do tratamento, tais como: normalização do tônus muscular, amplitude de movimento, força muscular e maior liberdade funcional para atividades de vida diária (AVD’s). Conclui-se que o pouco tempo de tratamento tenha influenciado nos resultados, considerando que geralmente tratamentos para TRM são longos e delicados. Sugere-se mais estudos com uma amostragem e tempo de tratamento maior.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Barbara Passos de Sá, Cláudia Inês Sebastiany, Fabíola Lindeman Ferla, Priscila Luisa Simon, Lydia Christmann Espindola Koetz

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: