ADOÇÃO DAS NORMAS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE PELAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS DO VALE DO TAQUARI

Edemar Silveira de Avila, Adriano José Azeredo

Resumo


O processo de convergência das IFRS for SMEs foi regulamentado no Brasil pela Resolução CFC nº 1.255/2009 que aprovou a NBC TG 1000. A adoção da referida norma brasileira de contabilidade aplicada a pequenas e médias empresas, trouxe para elas benefícios e desafios. Direciona-se este estudo a identificá-los, bem como analisar o índice de adequação destas empresas. Para a realização do estudo, de caráter qualitativo e quantitativo, coletaram-se demonstrações contábeis referente ao exercício findo de 2015 de 150 pequenas e médias empresas da Região do Vale do Taquari – RS que possuem contabilidade em escritórios terceirizados. Na primeira etapa do tratamento dos dados, foi aplicado um checklist adaptado do CRC/RS na totalidade da amostra. Na segunda etapa, para fins de validação dos resultados do checklist foram selecionadas 10 empresas, dentre as 150, para aplicação de entrevistas junto a seus gestores. A pesquisa revelou que as demonstrações contábeis das empresas não estão condizendo com os fatos que elas praticam. Foi constatado que 75% das respostas apresentaram divergência nos dados fornecidos pelas empresas aos escritórios de contabilidade. Conclui-se que se as empresas não estão transparecendo todas as informações necessárias para a elaboração das demonstrações contábeis, certamente o escritório de contabilidade não terá condições de fazê-lo de forma precisa.

Palavras-chave


IFRS para PMEs. NBC TG 1000. Identificar os principais benefícios.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.2176-3070.v9i1a2017.1316

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Edemar Silveira de Avila, Adriano Jose Azeredo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: