AVALIAÇÃO DA UTILIZAÇÃO DE DEJETO BOVINO COM E SEM USO DE GLICERINA EM BIODIGESTORES OPERADOS EM BATELADA

Odorico Konrad, Cezar Augusto Machado, Débora Tairini Brietzke, Fábio Júnior Secchi, Luana Nichel, Munique Marder

Resumo


A geração de biogás pode ser considerada uma atraente alternativa em busca de novas fontes energéticas, tendo em vista que sua matéria-prima é constituída de dejetos e subprodutos. Além disso, adições de glicerina têm como objetivo incrementar a produção de biogás. Assim, este artigo visa a examinar a produção de biogás por meio de dejetos bovinos e inóculo provenientes de lodo de estação de tratamento, com adição de dopagem de glicerina, avaliando se a mesma tem potencial de incrementar geração de biogás. Para tanto, utilizaram-se duas triplicatas, das quais uma recebeu adições de glicerina até que se completasse 6% do volume de substrato, e a outra permaneceu como amostra controle do experimento. Os resultados obtidos demonstram que a glicerina pode suplementar a produção de biogás em 206,07%.

Palavras-chave


Metano. Biogás. Digestão Anaeróbia. Dejeto Bovino

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Odorico Konrad, Cezar Augusto Machado, Débora Tairini Brietzke, Fábio Júnior Secchi, Luana Nichel, Munique Marder

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: