APROVEITAMENTO DE MAÇÃS NÃO CONFORMES À COMERCIALIZAÇÃO NA ELABORAÇÃO DE PÃES

Patricia Scheeren, Daniel Neutzling Lehn, Claucia Fernanda Volken de Souza

Resumo


Diariamente no Brasil grandes quantidades de frutas são classificadas como refugos em mercados e centros de produção, devido às colheitas excessivas, à falta de cuidado no transporte e ao despreparo dos comerciantes. Considerando o volume de maçã descartado e as características nutricionais da fruta, é justificada a busca de alternativas para a utilização desse resíduo. O objetivo deste trabalho foi desenvolver pães com substituição parcial da farinha de trigo (FT) pela farinha de maçã (FM), utilizando-se dos frutos provenientes do descarte de venda em supermercado. Na elaboração dos pães utilizou-se um aumento gradativo da FM: 0, 12 e 17% de substituição de FT por FM. Os resultados da aceitação dos pães apresentaram-se na escala entre “gostei moderadamente” e “gostei muito”, indicando que é possível elaborar pães com substituição parcial da farinha de trigo pela farinha de maçã.

Palavras-chave


Enriquecimento nutricional, Aproveitamento de resíduos, Produtos Farináceos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Patricia Scheeren, Daniel Neutzling Lehn, Claucia Fernanda Volken de Souza

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: