PERFIL IMIGRATÓRIO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL NAS PRIMEIRAS DÉCADAS DO SÉCULO XXI

Roberto Rodolfo Georg Uebel, Aldomar Arnaldo Rückert

Resumo


As migrações internacionais para o Brasil têm experimentado crescimento exponencial nas últimas duas décadas – entre 2010 e 2015 –, com migrantes vindo predominantemente de países latino-americanos, da Europa ocidental e do leste da Ásia. Dentro do território brasileiro, o Estado que mais vem se destacando em números absolutos de imigrantes nos últimos anos é o Rio Grande do Sul, estrategicamente localizado na parte mais meridional do país e fronteiriço com a Argentina e o Uruguai. O Estado está inserido nas rotas migratórias internacionais entre o sudeste asiático, Oceania, América do Sul, África e Europa, dadas as suas conexões aéreas e marítimas. Este artigo analisa o perfil social, demográfico e laboral das migrações internacionais para o Rio Grande do Sul nas últimas duas décadas, usando-se a abordagem das redes migratórias, além dos instrumentais da cartografia temática. Esta pesquisa igualmente está inserida no âmbito de um projeto maior sobre as transfronteirizações na América do Sul com apoio da CAPES-Pró-Defesa, que têm entre suas dinâmicas a reconfiguração das fronteiras a partir dos novos fluxos imigratórios, especialmente na Bacia do Prata – uma das regiões de análise do artigo – e no arco norte das fronteiras brasileiras. Assim, por meio desses processos de transfronteirizações, os fluxos imigratórios analisados também integram a agenda de transformações territoriais do Brasil e, mais especificamente, do Rio Grande do Sul, tendo em consideração as questões de mobilidade laboral, trabalho e dinâmicas sociais-territoriais. Ademais, o artigo analisa o perfil e a motivação dos migrantes de cada continente em direção ao Estado e suas repercussões sociais e econômicas. Por fim, este estudo é cuncluído com notas e projeções dos fluxos migratórios para a atualidade e reminiscências das migrações para o Brasil em geral. É um artigo que deseja projetar a discussão sobre as migrações contemporâneas para o Brasil e para o Rio Grande do Sul, incorporando discussões da demografia, geografia e relações internacionais, em um momento de profundas transformações políticas, econômicas, ideológicas e sociais (inclusive de direitos humanos) no campo das migrações e políticas migratórias no Estado brasileiro, alicerçado em bases questionáveis e indagadoras sobre os rumos da gestão das migrações e refúgio no âmbito da administração federal interina e dos próprios fluxos imigratórios analisados pela pesquisa. Por fim, o estudo lança mão de aportes e bases para futuras discussões sobre as migrações e mobilidades transfronteiriças não apenas no Rio Grande do Sul, mas em todo o arco sul das fronteiras brasileiras e mercosulinas.

Palavras-chave


Imigrações; Rio Grande do Sul; Perfil; Século XXI

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.1983-0378.v37i2a2016.1105

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Roberto Rodolfo Georg Uebel, Aldomar Arnaldo Rückert

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: