A PARCERIA COM O SISTEMA “S” NA REDE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL: INVESTIDA PARA A IMPLANTAÇÃO DE UM PROJETO EDUCATIVO VOLTADO PARA O MERCADO

Renata Cecilia Estormovski

Resumo


O propósito deste estudo é analisar a parceria estabelecida entre a Secretaria Estadual de Educação do Rio Grande do Sul e SESI (Serviço Social da Indústria), SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) para oferecer cursos profissionalizantes a alunos e profissionais da rede. Relacionando-a a outras iniciativas do governo Sartori, pretende-se mostrar como tais políticas colaboram para a invasão de valores de mercado na educação. Para isso, foi realizada uma análise de conteúdo, em uma perspectiva qualitativa, que examinou informações disponibilizadas em plataformas do governo sobre a proposta. Foi possível compreender, assim, a relação da cooperação em questão com as políticas anteriores que a embasam, percebendo-as como norteadas pela Terceira Via, corrente que incentiva as relações público-privadas. Dessa forma, por meio de iniciativas que refletem o quase-mercado e a propriedade pública não-estatal, o Estado propõe políticas que o desresponsabilizam de suas obrigações e as repassam para outras entidades, como no caso analisado, favorecendo a implementação de um projeto educativo voltado para o mercado, colaborando com o capital.

Palavras-chave


Políticas educacionais. Parceria público-privada. Governo Sartori. Sistema S. Educação para o mercado.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.1983-0378.v38i2a2017.1585

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Renata Cecilia Estormovski

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: