NOTAS SOBRE O PENSAMENTO DE BENTO PRADO JR.: AS CIÊNCIAS COGNITIVAS E A IPSEIDADE

Eduardo Toshio Kobori, Rita Ferreira da Silva, Fábio Ságula de Oliveira

Resumo


Neste ensaio, pretendemos discutir a obra póstuma de Bento Prado Jr.: o Ipseitas. Mais especificamente, o capítulo em que o autor trata das ciências cognitivas e analisa o livro de Rodolfo Llinás, intitulado I of the Vortex: From neurons to Self. A crítica do filósofo brasileiro poderia ser dividida em duas: a primeira discorre sobre uma espécie de retorno ao naturalismo, evidenciado em alguns estudos da área das ciências cognitivas; a segunda se concentra na análise de alguns trechos da obra citada anteriormente, no que concerne a sua principal aspiração: deduzir a consciência a um biologismo neuronal. Bento Prado Jr. neste capítulo argumenta a respeito dos desdobramentos decorrentes da problemática proposição de Llinás, cuja discussão gira em torno do engendramento da subjetividade.

Palavras-chave


subjetividade; ipseitas; ciências cognitivas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.1983-0378.v40i1a2019.2200

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Eduardo Toshio Kobori, Rita Ferreira da Silva, Fábio Ságula de Oliveira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: