A REPRESENTAÇÃO DO OLHAR DA CRIANÇA SOBRE A INVESTIGAÇÃO

Mariana Menegat Schuck, Jacqueline Silva da Silva

Resumo


O presente estudo decorre de um projeto de pesquisa intitulado “O Princípio da Investigação e a Pedagogia Empreendedora”, desenvolvido na Universidade do Vale do Taquari – Univates. A pesquisa teve o objetivo de aprimorar a prática investigativa nas crianças da Educação Infantil e dos Anos Iniciais por meio das representações dos seus olhares sobre a investigação, para que, assim, pudessem perceber a ciência como uma ação procedente da investigação. Presente no nosso cotidiano, a investigação se revela em pequenos atos, tais como a observação de uma borboleta (SILVA, 2011). O estudo seguiu uma abordagem qualitativa, que tem seu foco de estudo nos sujeitos e em toda sua complexidade, sendo que o investigador preocupa-se com o sentido que o participante dá à sua própria vida (BOGDAN; BIKLEN, 1994). O locus da pesquisa foram duas escolas da rede pública do município de Lajeado/RS/BRA, sendo uma da Educação Infantil e a outra do Ensino Fundamental. Como instrumentos de pesquisa foram utilizados registros fotográficos, desenhos e escrita criativa. Observou-se que o trabalho por investigação junto às crianças foi muito relevante, levando em consideração seus interesses e necessidades. Além disso, percebeu-se também que foi fundamental darmos vez e voz às crianças e o quanto a escuta atenta do professor é indispensável para sabermos o que elas têm a nos dizer a respeito da vida.

Palavras-chave


Investigação. Educação Infantil. Ensino Fundamental. Prática Investigativa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.1983-0378.v40i2a2019.2295

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Mariana Menegat Schuck, Jacqueline Silva da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: