LÍNGUA, PRA QUE TE QUERO? : PRINCÍPIOS SOCIOLINGUÍSTICOS APLICADOS AO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA

Cristiano Sandim Paschoal

Resumo


Este artigo busca mostrar uma possibilidade de aplicação didática dos princípios sociolinguísticos no ensino da educação básica. Ancorando-se na teoria variacionista fomentada por William Labov, esboça-se um minidicionário produzido por uma turma de nono ano, de uma escola do interior do Rio Grande do Sul, contendo várias expressões peculiares utilizadas no cotidiano dos moradores da região. Concluiu-se, após a aplicação desta metodologia de ensino, que a oralidade deve ser valorizada em sala de aula e, acima de tudo, que o papel da escola, em relação ao ensino de língua portuguesa, é mostrar que a língua funciona como uma espécie de roupagem, podendo o aluno vestir-se a depender do contexto de uso.

Palavras-chave


Sociolinguística; Contexto de uso; Variação; Ensino de Língua Portuguesa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.1983-0378.v40i2a2019.2365

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Cristiano Sandim Paschoal

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: