UMA ABORDAGEM FUNCIONALISTA DAS UNIDADES FRASEOLÓGICAS VERBAIS EM CRÔNICAS JORNALÍSTICAS

Melissa Heberle

Resumo


Este trabalho se ocupa da análise de unidades lexicais complexas, em específico das unidades fraseológicas verbais presentes em crônicas jornalísticas. Os dados analisados constituem um corpus formado por unidades fraseológicas verbais presentes em dez textos do cronista Paulo Sant’ Ana, publicados no Jornal Zero Hora no período de 2004 a 2007. O fenômeno das unidades fraseológicas verbais é tratado dentro de uma abordagem funcionalista, a qual concebe a língua como um instrumento de interação social. A classificação das unidades fraseológicas verbais adotada, de acordo com o grau de cristalização apresentado, é a proposta por Hundt (1994), baseada na leitura realizada por Pacheco (2002) e Alves (2004).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Melissa Heberle

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: