REPRESENTAÇÃO SOCIAL EM CIÊNCIAS: UM ESTUDO PRELIMINAR NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Cláudia Maria Barth Petter

Resumo


O propósito desta pesquisa foi averiguar a Representação Social de Ciências entre alunos, pais e professores nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental de uma Escola Estadual, além de analisar os conteúdos de cada série, a maneira como eram trabalhados em sala de aula, se a bagagem de cada indivíduo era ou não contemplada no seu dia a dia e a possível influência da escola nesta construção. Para a realização do trabalho, fez-se necessário aprofundar os conceitos de ancoragem e objetivação da Representação Social para detectar os núcleos central e periférico. Na fundamentação da pesquisa, utilizei a Epistemologia de Lakatos, que faz referência ao núcleo rígido e ao cinturão protetor. As Teorias de Aprendizagem envolvidas se referem a Piaget, Vigotsky e Ausubel, explícitos ao longo deste trabalho. A metodologia utilizada constitui-se de uma abordagem plurimetodológica, favorecida pela Teoria das Representações Sociais. A análise da referida questão permitiu a identificação de uma parte desse processo de construção que demonstra as categorias estabelecidas e seus sentidos. É possível supor que a Representação Social de Ciências desta pesquisa está vinculada ao estudo, conhecimento e descoberta, que valorizam a qualidade de vida das pessoas.
Palavras-chave: Ciências. Representação Social. Conhecimento. Valorização da vida.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Cláudia Maria Barth Petter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: