MODELAR: UMA COMPETÊNCIA NECESSÁRIA PARA A APREENSÃO DA REALIDADE QUÍMICA

José Claudio Del Pino

Resumo


Esta investigação objetivou avaliar o grau de entendimento sobre realismo científico de estudantes de um curso de Química. Para tal, utilizou-se um questionário como instrumento de coleta de informações empíricas relacionadas a compreensões sobre aspectos do conhecimento científico enquanto descritivos da realidade. Escolheram-se quatro questões, pelas quais se verificou nas manifestações dos participantes baixo grau de realismo em relação à mutabilidade temporal da verdade científica e às mudanças do conhecimento nas ciências em relação à Mecânica Newtoniana e à Relativística. Depreende-se que a visão de ciência e da natureza do conhecimento científico por parte dos graduandos em Química situa-se no referencial epistemológico positivista, que possivelmente se constrói/consolida no curso acadêmico, devido às concepções de seus formadores sobre a natureza do conhecimento científico nessa mesma vertente filosófica, e que definem suas propostas didático-pedagógicas. A vivência formativa do professor de Química nesse contexto também determina suas compreensões sobre os processos de ensinar e aprender.

Palavras-chave


Concepções de ciência. Positivismo. Modelo. Realidade química.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 José Claudio Del Pino

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: