Sobre o Projeto de Extensão

Projeto de Extensão Formação Pedagógica e Pensamento Nômade
O projeto Formação Pedagógica e Pensamento Nômade, que a partir de 2016, passa a compor uma das faces do Projeto de Extensão Interfaces, da Universidade do Vale do Taquari - Univates, tem por objetivo problematizar a formação pedagógica estratificada e ancorada em pressupostos normativos e, ao mesmo tempo, criar passagem para uma formação docente estético-artística e cultural. Experiência, formação e nomadismo vêm sendo os temas escolhidos para dar sustentação ao Projeto, desde 2013, tomando como referencial teórico o pensamento da diferença, desenvolvido por autores como Friedrich Nietzsche, Michel Foucault, Gilles Deleuze e Félix Guattari. Os temas implicados contemplam discussões acerca da educação e seus cruzamentos com outras áreas do saber, como a literatura, as artes visuais, a música, o cinema, a filosofia, intercessores importantes para a produção de uma subjetividade docente. Assim, as atividades de extensão são propostas por meio de uma pedagogia comprometida com a experimentação e com a formação estética, filosófica, artística e cultural. Através de uma agenda semestral de atividades que envolve grupos de estudos, saraus e intervenções artísticas, oficinas, exposições, palestras, dentre outras, o Projeto envolve alunos e egressos do curso de Pedagogia e demais cursos de graduação e Pós-Graduação da Universidade do Vale do Taquari - Univates. Além disso, busca integrar professores e gestores de escolas públicas e privadas do município de Lajeado e região do Vale do Taquari/RS, por meio de oficinas que problematizam temas pertinentes às práticas docentes. Ainda, por outra via, a aproximação de tal projeto com o grupo de pesquisa Currículo, Espaço, Movimento (CEM/CNPq), vinculado ao PPGEnsino/Univates, traz para o palco das discussões, problematizações acerca do currículo e seus movimentos escolarizados e não-escolarizados. Com o objetivo de intensificar e expandir as discussões ocorridas no projeto de Extensão Formação Pedagógica e Pensamento Nômade e no Grupo de pesquisa CEM, em abril de 2015 foi realizado o I Seminário Nacional Formação Pedagógica e Pensamento Nômade: experimentações curriculares. Os resultados positivos do I Seminário, bem como a necessidade de seguir expandindo as discussões que envolvem as temáticas do referido projeto de extensão, instigam o grupo de professores envolvidos a produzir e promover o II Seminário Nacional Formação Pedagógica e Pensamento Nômade: currículo, criação e heterotopias, previsto para abril de 2017.

Agenda 2013A
Agenda 2013B
Agenda 2014A
Agenda 2014B
Agenda 2015A
Agenda 2015B
Agenda 2016A
Agenda 2016B
Agenda 2017A