Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/106
Title: Interações comunicacionais na educação ambiental: um estudo da apropriação da política pública da coleta seletiva por moradoras/consumidoras em Lajeado - RS
Authors: Farias, Alessandra Marlice De Brito  Lattes
Keywords: Comunicação;Educação ambiental;Morador/Consumidor;Políticas públicas;Problemas ambientais;Resíduos sólidos
Date of Defense: 22-Apr-2010
Issue Date: 6-Jul-2010
Citation: FARIAS, Alessandra Marlice De Brito. "Interações comunicacionais na educação ambiental: um estudo da apropriação da política pública da coleta seletiva por moradoras/consumidoras em Lajeado - RS". 2010. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ambiente e Desenvolvimento, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 22 abr. 2010. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/106>.
Abstract: A mudança de hábitos e as necessidades da sociedade moderna provocaram um aumento significativo na quantidade de resíduos sólidos produzidos diariamente, gerando um problema ambiental e social. É urgente a necessidade de promover a mudança de comportamento do homem para a melhoria da qualidade de vida da população, além de motivar e mobilizar a sociedade para novas práticas sociais a partir da lógica da sustentabilidade. Portanto, ações e políticas públicas voltadas para a educação ambiental se tornam possibilidades para a minimização da problemática relacionada ao consumo e descarte de resíduos. Partindo deste pressuposto, o presente trabalho tem como objetivo principal investigar as estratégias de comunicação utilizadas pelo Centro de Educação Ambiental (CEA) da Prefeitura Municipal na sensibilização dos moradores/consumidores de Lajeado para a participação na coleta seletiva dos resíduos sólidos domésticos e compreender as apropriações das moradoras/consumidoras sobre o tema, situando a política pública de educação ambiental municipal em relação aos princípios de documentos federais, estaduais e do Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global. Teoricamente abordaremos o consumo como problema socioambiental, educação para o consumo, comunicação para a educação ambiental e políticas públicas ambientais federais. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, onde fizemos uso de pesquisa bibliográfica, documental e de campo. Como técnicas de coleta de dados, foram realizadas entrevistas do tipo semi- estruturada individuais com as moradoras/consumidoras dos bairros de Lajeado. Após a realização das entrevistas, foram selecionadas algumas das entrevistadas para participar de um grupo de discussão e entrevistas individuais. Os dados foram tratados por meio da análise de conteúdo qualitativa. Como resultado verificou-se que as ações realizadas pelo CEA convergem com a maioria dos princípios do Tratado de Educação Ambiental para as Sociedades Sustentáveis e com os pressupostos das políticas públicas federal e estadual. Em relação às moradoras/consumidoras percebeu-se que elas possuem a preocupação com os impactos ambientais causados pelos descartes dos resíduos, procurando separar de forma correta os resíduos gerados em suas residências. Em relação às campanhas de informação a respeito da coleta seletiva, as moradoras/consumidoras relataram que falta divulgação nos meios de comunicação, enquanto que para a Secretaria do Meio Ambiente (SEMA) de Lajeado as campanhas que são realizadas são suficientes.
URI: http://hdl.handle.net/10737/106
Appears in Collections:Ambiente e Desenvolvimento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AlessandraFarias.pdf2,55 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in BDU are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.