Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/1063
Title: “Tudo que você quer ter”: um estudo sobre o brincar e o consumo de bonecas
Authors: Kranz, Bárbara Koch
Keywords: Consumo Infantil;Brincar;Bonecas
Date of Defense: 7-Dec-2015
Issue Date: Jul-2016
Citation: KRANZ, Bárbara Koch. “Tudo que você quer ter”: um estudo sobre o brincar e o consumo de bonecas. 2015. Monografia (Graduação em Comunicação Social com Habilitação em Relações Públicas) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 07 dez. 2015. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/1063.
Abstract: Diante da autonomia cada vez maior do universo infantil frente às questões relacionadas ao consumo infantil, o presente trabalho traz uma reflexão sobre o brincar e seus diferentes significados, tendo como objetivo compreender o motivo pelo qual as meninas adquirem bonecas: para brincar ou para satisfazer um sentimento gerado pela necessidade de consumo de determinada boneca. Nesse contexto, procurou-se observar de que forma as crianças se relacionam e brincam com suas bonecas, explorando, paralelamente a importância do brincar e das brincadeiras para o desenvolvimento infantil, caracterizando o consumo e o consumo infantil. Para tanto, utilizou-se um estudo bibliográfico de caráter exploratório, incluindo a pesquisa de observação e um grupo focal. Os resultados demostraram que, realmente, as crianças brincam com as bonecas, desenvolvem a imaginação e aprendem com o brincar. Entretanto, ficou evidente que o consumo das bonecas está mais atrelado a sua posse do que propriamente as possibilidades oferecidas ao brincar com elas.
With the growing autonomy of the childish universe in regards of questions related to children’s consumption, this study propose a reflection about the different meaning of playing, seeking to understand the motivations around girls acquiring dolls: in order to play or in order to satisfy a felling created by the necessity of acquiring this doll. On this context, there was an attempt to verify how children relate and play with their dolls, exploring at the same time the importance of play to child development. Therefore, a bibliographic study of exploratory nature, including an observation research and a focus group, were adopted. The results demonstrated that children really play with their dolls, developing imagination and learning many things on the process. However, it was clear that the consumption of dolls is much more related to the felling of possession than to the possibilities of playing.
URI: http://hdl.handle.net/10737/1063
Appears in Collections:Comunicação Social com Habilitação em Relações Públicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015BarbaraKochKranz.pdf4,63 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons