Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/1067
Title: Análise das condições de sustentabilidade da produção agropecuária em dois assentamentos rurais de Conceição do Araguaia – Pará
Authors: Arraz, Rafael Miranda  Lattes
Keywords: Sustentabilidade;Agropecuária;Assentamento;Conceição do Araguaia
Date of Defense: Dec-2015
Issue Date: Jul-2016
Citation: ARRAZ, Rafael Miranda. "Análise das condições de sustentabilidade da produção agropecuária em dois assentamentos rurais de Conceição do Araguaia – Pará". 2015. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ambiente e Desenvolvimento, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, dez. 2015. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/1067>.
Abstract: O modo de vida dos produtores de Assentamentos da Reforma Agrária em relação ao desenvolvimento rural no campo, como é o caso das Unidades Familiares de Produção (UFP) do município de Conceição do Araguaia/Pará, são reflexos diretos das condições de sustentabilidade. Este trabalho teve como objetivo analisar as condições de sustentabilidade nos assentamentos rurais Pe. Josimo Tavares e Canarana no município de Conceição do Araguaia/Pará. O método é exploratório, com abordagem qualitativa e de coleta de dados por meio de entrevistas semiestruturadas, levantamento bibliográfico, diários de campo, gravações e registros fotográficos, os quais foram analisados considerando as três dimensões da sustentabilidade (Ambiental, Econômica e Sociocultural). Foram utilizados os atributos da sustentabilidade: produtividade, entendida como a eficiência do sistema produtivo, estabilidade, verificando a fragilidade das UFP e a resiliência como o entendimento do equilíbrio do sistema. Na dimensão ambiental, atributo produtividade, constatou-se que os produtores familiares não realizam práticas conservacionistas. O atributo estabilidade indica que os assentados não respeitam a destinação legal dos espaços de APP e RL. No atributo resiliência, o indicador diversificação da produção demonstra que é reduzida e limitada ao plantio de mandioca e da criação de bovinos. Na dimensão econômica o atributo produtividade indica que em oito das dez propriedades não se faz uso de atividades mais sustentáveis para minimização dos impactos ambientais. No atributo estabilidade, o indicador alternativas econômicas demostra que os produtores são reféns dos atravessadores para venda de seus produtos e que a maioria dos assentados só consegue se manter nas UFP com a obtenção de uma renda extra. No atributo resiliência, o indicador tecnologias produtivas aponta para uma falta de assistência técnica e da utilização pela maioria dos produtores de insumos quimícos como o agrotóxico. Na dimensão sociocultural, atributo produtividade, identificou-se que todos produtores tem participação comunitária em atividades como as de suas associações, cooperativas entre outras. No atributo estabilidade, o indicador qualidade de vida apontou que o atendimento à saúde é inexistente, que a alimentação é satisfatória, mas que o lazer é pouco aproveitado pela maioria dos produtores. O atributo resiliência, por meio do indicador capacitação, aponta que a participação em cursos de aperfeiçoamento somente foi identificada em duas UFP. O acesso à informação pelos produtores se reduz à Tv e rádio. Constata-se, por fim, que a sustentabilidade nos assentamentos analisados é fragilizada e de difícil obtenção.
The livelihoods of producers settlements of Agrarian Reform in relation to rural development in the field, as is the case of the Family Units of production (PFU) the municipality of the Conceição do Araguaia/PA, they are direct reflections of the sustainability conditions. This study aimed to analyze the sustainability conditions in rural settlements Pe. Josimo Tavares and Canarana in the municipality of Conceição do Araguaia / Para. The method is exploratory, with approach qualitative and data collection through semi-structured interviews, revision the literature, field journals, recordings and photographic records, which were analyzed considering the three dimensions of sustainability (Environmental, Economic and Sociocultural). The attributes of sustainability were used: Productivity, defined as the efficiency of the productive system, stability by checking the fragility of UFP and resilience as the understanding of the system equilibrium. In the environmental dimension, productivity attribute, it was found that family farmers do not hold conservationists practice. The stability attribute indicates that the settlers do not respect the legal legislation of APP and RL spaces. The resilience attribute , the diversification indicator of production shows which is reduced and planting cassava and cattle. In the economic dimension, the attribute of productivity, indicates that in eight of the ten properties does not make use of more sustainable activities to minimize environmental impacts. The attribute stability the alternative economic indicator demonstrates that producers are hostages of middlemen to sell its products the most settlers only manage to stay on UFP when obtain an extra income. The attribute of resilience, on indicator the productive technologies, points to a lack of technical assistance and the use by most producers chemical inputs such as pesticides. The sociocultural dimension, on productivity attribute, it was identified that all producers It has a community participation in activities such as their associations, cooperative among thers. The attribute of stability, by indicator on quality of life, pointed out that the health service is non-existent, alimentation is satisfactory, but that leisure is little advantage by most producers. The resilience attribute, through the training indicator, points out that participation in training courses they have only been identified in two UFP. Access to information by producers are reduced to TV and radio. It is noted, finally, that sustainability in the settlements analyzed it's fragile and difficult to obtain.
URI: http://hdl.handle.net/10737/1067
Appears in Collections:Ambiente e Desenvolvimento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015RafaelMirandaArraz.pdf2,65 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons