Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/1093
Title: Rio+20: análise comparativa das coberturas dos jornais Le Monde e Folha de S.Paulo
Authors: Flôres, Vinícius dos Santos
Keywords: Agendamentos do campo jornalístico;Jornalismo ambiental;Jornalismo público;Mídias impressas;Análise do discurso francesa
Date of Defense: Nov-2013
Issue Date: Sep-2016
Citation: FLÔRES, Vinícius dos Santos. Rio+20: análise comparativa das coberturas dos jornais Le Monde e Folha de S.Paulo. 2013. Monografia (Graduação em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, nov. 2013. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/1093.
Abstract: O jornalismo revela um compromisso social que transcende a informação ao assumir posição centralizadora na sociedade, canalizando discursos de outros campos sociais. O objetivo geral do trabalho é investigar e comparar a construção da cobertura do evento Rio+20, durante todo o mês do evento, nos jornais Le Monde e Folha de S. Paulo. Abordagem teórica centraliza-se no conceito de midiatização de Eliseo Verón (1997; 2004) e na Teoria da Agenda de McCombs (2009), compreendidas a partir da interface com o jornalismo ambiental e público. Metodologicamente, se faz uso da Análise de Conteúdo, esmiuçando categorias como Frequência, Editoria, Gênero e Tema; e da Análise de Discurso francesa, a qual busca um mapeamento de vozes e identificação dos sentidos, conforme Benetti (2008). Como resultados, pode-se afirmar que ambos jornais fizeram utilização da conferência como alicerce para discussão de outras temáticas da área ambiental. Contudo, formações discursivas apontam para um fazer jornalístico com limitações polifônicas, prevalecendo a perspectiva negativa nos locutores, os quais operam tendencialmente enquanto renunciadores de corresponsabilidade da emergência ambiental.
Journalism reveals a social commitment that transcends the information when it assumes centralized position in society, channeling speeches of other social fields. The overall goal of this work is to investigate and compare the construction of the Rio +20 event coverage throughout the event month, in the newspapers Le Monde and Folha de S. Paulo. Theoretical approach focuses on the Eliseo Verón's concept of mediatization (1997, 2004) and the McCombs and Shaw's Theory of Agenda (2009), understood from the interface with the public and environmental journalism. Methodologically, it makes use of the Content Analysis, investigating those categories: Frequency, Gender, Editors and Theme, and the french Discourse Analysis, which seeks a mapping of voices and senses identification, as Benetti (2008). About the results, it can be stated that both newspapers did use the conference as a foundation for discussion of other issues in the environmental area. However, discursive formations indicate a journalistic limitations with polyphonic discourse, prevailing negative outlook from speakers, which tend to operate while renouncers of responsibility of the environmental emergency.
URI: http://hdl.handle.net/10737/1093
Appears in Collections:Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013VíniciusdosSantosFlores.pdf3,85 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons