Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/1110
Title: Avaliação in vitro do potencial biológico de Myrciaria plinioides (D. Legrand) em células tumorais
Authors: Leipelt, Juliano  Lattes
Keywords: LNCaP;HepG2;p38α;pp38α;NF-Kb;Caspase-3
Date of Defense: Apr-2016
Issue Date: Sep-2016
Citation: LEIPELT, Juliano. "Avaliação in vitro do potencial biológico de Myrciaria plinioides (D. Legrand) em células tumorais". 2016. Dissertação (Mestrado) – Curso de Biotecnologia, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, abr. 2016. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/1110>.
Abstract: O câncer é apontado como a segunda maior causa de morte em todo o mundo, com previsão de em breve ser tornar a primeira. O câncer de próstata está entre os 5 tipos de câncer mais diagnosticados em homens, sendo que o câncer hepático está em segundo lugar em taxa de mortalidade entre homens e mulheres. Indícios apontam para uma ativação das vias da inflamação associados a uma inibição das vias de morte celular no processo de carcinogênese. A regulação destas vias torna-se alvo importante e complementar no controle do câncer, sendo estimulada a busca de biomoléculas com este potencial. As plantas são importante fonte de descoberta de novas biomoléculas com ampla utilização para o tratamento de diversas patologias. A família Myrtaceae possui diversas espécies que são apontadas como fortes candidatos em potencial nesta busca, incluindo as do gênero Myrciaria. A espécie Myrciaria plinioides não possui estudos referentes suas propriedades terapêuticas ou a atuação em vias de sinalização envolvidas na inflamação ou na carcinogênese. Neste contexto, este estudo teve por objetivo avaliar a atividade do extrato etanólico de M. plinioides em células de carcinoma hepatocelular (HepG2) e próstata (LNCaP) , através da análise de expressão dos marcadores p38-α, pp38-α, NF-κB e caspase-3, envolvidos na carcinogênese, e o efeito sobre a viabilidade celular através do método de MTT. A viabilidade das células foi alterada significativamente, em ambas as linhagens celulares quando tratadas com o extrato etanólico. A análise da expressão proteica demonstra significativa inibição da expressão de p38-α e caspase-3 nas células LNCaP, quando tratadas com extrato etanólico de M. plinioides seguido de LPS. Em células HepG2, somente houve alteração na expressão da caspase-3 na concentração de 200 μg/mL, com ou sem adição de LPS após tratamento com extrato. Os resultados deste estudo demonstraram redução da viabilidade celular nas duas linhagens tumorais, expressão diferenciada de proteínas envolvidas em apoptose, o que leva a indícios da ativação de mecanismos distintos pelo extrato em cada tipo celular. Estudos futuros para averiguar o mecanismo celular e a indução de morte em células tumorais de câncer de próstata e de fígado podem contribuir para a identificação e elucidação de novas biomoléculas com potencial antitumoral.
Cancer is touted as the second leading cause of death worldwide, forecast to soon be making the first. Prostate cancer is among the five most cancers diagnosed in men, and liver cancer is second in mortality between men and women. Evidence points to the activation of pathways of inflammation associated with an inhibition of cell death pathways in carcinogenesis. The regulation of these pathways becomes important and complementary target in cancer control, and stimulated the search for biomolecules with this potential. The plants are important source of discovery of new biomolecules with wide use for the treatment of various diseases. The Myrtaceae family has many species that are identified as potential candidates strong in this search, including the Myrciaria genre. The species Myrciaria plinioides not have studies on its therapeutic properties or performance in signaling pathways involved in inflammation or carcinogenesis. In this context, this study aimed to evaluate the activity of the ethanol extract of M. plinioides in hepatocellular carcinoma cells (HepG2) and prostate (LNCaP) by expression analysis of p38-α markers, PP38-α, NF-kB and caspase-3, involved in carcinogenesis, and the effect on cell viability by the MTT method. The viability of cells was significantly altered in both cell lines when treated with ethanolic extract. Protein expression analysis demonstrates significant inhibition of p38-α expression and caspase-3 in LNCaP cells, when treated with ethanolic extract of M. plinioides followed by LPS. In HepG2 cells there was only a change in the expression of caspase-3 at a concentration of 200 / ml, with or without addition of LPS after treatment with extract. The results showed reduction of cell viability in both tumor lines, differential expression of proteins involved in apoptosis, leading to evidence of activation by distinct mechanisms in each extract cell type. Further studies to investigate the cellular mechanism, and induction of death in tumor cells of prostate and liver cancer may contribute to the identification and elucidation of new biomolecules with antitumor potential.
URI: http://hdl.handle.net/10737/1110
Appears in Collections:Biotecnologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016JulianoLeipelt.pdf2,45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons