Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/1195
Title: Avaliação do uso racional de medicamentos na rede pública de saúde de um município do estado do Rio Grande do Sul
Authors: Scalco, Thaís
Keywords: Uso racional de medicamentos;Saúde Pública;Dispensação
Date of Defense: 11-Dec-2015
Issue Date: Jan-2017
Citation: SCALCO, Thaís. Avaliação do uso racional de medicamentos na rede pública de saúde de um município do estado do Rio Grande do Sul. 2015. Artigo (Graduação) – Curso de Farmácia, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 11 dez. 2015. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/1195.
Abstract: Os indicadores da OMS conseguem traçar um perfil da condição do serviço quanto ao uso racional de medicamentos (URM), sendo possível propor ações que visem à melhoria do atendimento prestado à população e também da reestruturação da assistência farmacêutica municipal. Este estudo objetivou avaliar o URM, segundo indicadores da OMS, relacionados à prescrição e à atenção ao usuário, na rede pública de saúde de um município do Rio Grande do Sul. Foi realizado um estudo transversal quantitativo, através de análise de prescrições e aplicação de questionário aos usuários do Centro Municipal de Saúde, durante o mês de setembro de 2015. Os resultados encontrados dos indicadores de atenção ao usuário prescrição foram: 118,66 segundos foi o tempo médio da dispensação; 74,8% dos medicamentos foram dispensados; 35,63% dos medicamentos dispensados continham informação; 75,5% dos usuários/responsáveis sabiam utilizar os medicamentos adequadamente; média de 2,71 medicamentos prescritos por usuário; 81,2% dos medicamentos foram prescritos pela Denominação Comum Brasileira; 12,02% dos usuários continham prescrições com antibióticos; 6,7% dos usuários possuíam nas prescrições ao menos um medicamento injetável e 84,9% dos medicamentos prescritos pertenciam a Relação Municipal de Medicamentos Essenciais.
World Health Organization (WHO) indicators can draw a profile of service condition on the rational drug use (RDU), and propose actions that aim the improving of the health care provided to the population and also the restructuring of the municipal pharmaceutical assistance. This study aimed to evaluate the RDU, according to WHO indicators related prescription and attention to the user, in the national health servisse in a city of Rio Grande do Sul. A quantitative cross-sectional study was conducted through prescriptions analysis and questionnaire application to users of Municipal Health Center, during the month of September 2015. The results of the user attention indicators and prescription were: 118.66 seconds were the average dispensing time; 74.8% of the prescript drugs were dispensed; 35.63% of dispensed medicines contained information; 75.5% of users /carers knew how to use medicines accordingly; average of 2.71 prescription drugs per user; 81.2% of the drugs were prescribed by the Brazilian Common Denomination; 12.02% of users contained prescriptions with antibiotics; 6.7% of users had in prescriptions at least one injectable drug and 84.9% of prescription drugs belonged to Municipal Register of Essential Medicines.
URI: http://hdl.handle.net/10737/1195
Appears in Collections:Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015ThaisScalco.pdf899,48 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons