Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/1706
Title: Avaliação de parâmetros físico-químicos indicativos da qualidade de amostras de minoxidil solução capilar de origem magistral
Authors: Dartora, Karen Nicolau
Keywords: Alopecia;Minoxidil;Medicamentos manipulados;Boas práticas de manipulação;Controle de qualidade
Date of Defense: 5-Dec-2016
Issue Date: Nov-2017
Citation: DARTORA, Karen Nicolau. Avaliação de parâmetros físico-químicos indicativos da qualidade de amostras de minoxidil solução capilar de origem magistral. 2016. Artigo (Graduação) – Curso de Farmácia, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 05 dez. 2016. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/1706.
Abstract: Este trabalho teve por objetivo avaliar parâmetros físico-químicos indicativos da qualidade de soluções capilares de minoxidil 5% (A, B e C) de origem magistral, comparando estes com os resultados obtidos para a formulação industrializada. Foram realizados testes organolépticos, comparação das doses indicadas e avaliação do pH, densidade, teste de centrífuga e teor de ativo, este último conforme a USP 39. Em relação ao pH, as amostras magistrais, compostas de minoxidil sulfato, apresentaram valores de pH consideravelmente menores que a industrializada, composta de minoxidil base. Para o teste de densidade, as amostras com maior percentual alcoólico (B e C) apresentaram menor densidade. No teste de centrífuga, nenhuma amostra apresentou alterações. Na avaliação do teor, apenas a amostra industrializada apresentou percentual de ativo dentro do esperado, indicando falta de correção durante a pesagem do ativo, por parte das farmácias magistrais. Por fim, observou-se que a dose indicada pelas farmácias magistrais não correspondeu à dose indicada através da bula do industrializado. Os resultados do estudo apontam que há falhas nas farmácias de manipulação analisadas em relação à manipulação e indicação de uso das soluções capilares de minoxidil sulfato, acarretando em baixa dose do produto e, consequentemente, podendo apresentar falta de efetividade no tratamento da alopecia.
The objective of this study was to evaluate physicochemical parameters indicative of the quality of magistral capillary solutions of 5% minoxidil (A, B and C), comparing the results with the ones obtained for the industrialized formulation. Organoleptic tests, comparison of the indicated doses and evaluation of the pH, density, centrifuge test and active content according to USP 39 were performed. Regarding pH values, the magistral samples, composed of minoxidil sulphate, presented considerably more acid pH, compared to the industrial sample, composed of minoxidil base. For the density test, the samples with the highest alcohol percentage (B and C) presented lower density. In the centrifuge test, none of the samples showed changes. Considering the drug content test, only the industrialized sample showed drug percentage within the expected, indicating lack of correction during the drug weighting in the magistral pharmacies. Furthermore, it was observed that the dose indicated by the magistral pharmacies analyzed did not correspond to the dose indicated by the industry. The results indicate that there is a failure in the magistral pharmacies in relation to the manipulation and use indication of the minoxidil capillary solutions, causing a low dose of the product and, consequently, leading to lack of effectiveness in the alopecia treatment.
URI: http://hdl.handle.net/10737/1706
Appears in Collections:Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016KarenNicolauDartora.pdf786,29 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons