Intervenções dos Estados Unidos da América e da Rússia na Guerra Civil da Síria de 2011 a 2016

Imagem em miniatura
Data
2018-01
Autores
Petter, Sabrina Thais
Título do periódico
ISSN
Título do Volume
Editor
Resumo
O objetivo desta monografia é analisar as intervenções militares dos Estados Unidos da América e da Rússia na Síria. O período analisado vai de 2011, ano em que se dá a eclosão do conflito, a dezembro de 2016. Tangente à metodologia, este estudo consiste em uma pesquisa qualitativa. A teoria da Balança de Poder permanece como norteadora da pesquisa realizada. O aporte teórico do estudo é a teoria Realista Ofensiva de John Mearsheimer (2011), que busca explicar o comportamento das potências quando há divergências de interesses entre elas. Constata-se que ambas as potências atuam na região de forma direta ou indireta. Em geral, os Estados Unidos favorecem a resolução do conflito através da deposição do governo de Bashar Al-Assad e a preservação das instituições do Estado Sírio e a Rússia rejeita essa visão e argumenta que as ações de contraterrorismo devem preceder a discussão de arranjos para um governo de transição.
Descrição
Palavras-chave
Relações Internacionais, Guerra Civil Síria, Intervenções, Estados Unidos, Rússia
Citação
PETTER, Sabrina Thais. Intervenções dos Estados Unidos da América e da Rússia na Guerra Civil da Síria de 2011 a 2016. 2017. Monografia (Graduação em Relações Internacionais) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 03 jul. 2017. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/1770.