Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/2221
Title: Estudo da adição de resíduos de construção e demolição em concreto não estrutural
Authors: Castro, Ricardo Hister de
Keywords: Resíduos de Construção e Demolição;Concreto;Agregado
Date of Defense: 11-Jul-2018
Issue Date: 10-Oct-2018
Citation: CASTRO, Ricardo Hister de. Estudo da adição de resíduos de construção e demolição em concreto não estrutural. 2018. Monografia (Graduação em Engenharia Civil) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 11 jul. 2018. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/2221.
Abstract: Os resíduos de construção e demolição (RCD) são gerados em grandes quantidades por novas obras, por reformas, erros de construção, entre outros fatores. Estes na maioria das vezes acabam sendo despejados em terrenos baldios, aterros ou locais impróprios, sem nenhum tipo de fiscalização ou cuidado com os arredores, podem acabar trazendo problemas, como entupimento de valas, insetos, estéticos e que podem acabar gerando incômodos aos arredores. Por conta destes problemas e pensando em um destino que possa ser dado ao resíduo de obra, o trabalho objetivou um estudo para a adição do resíduo de construção e demolição em concreto não estrutural. Uma pesquisa a respeito do tema foi realizada para que se tenha um embasamento sobre os resíduos de construção e demolição, suas normas e aplicações. Uma análise em cima do concreto com uso de RCD foi realizada com alguns ensaios nos agregados naturais e no agregado de RCD, teste como o de granulometria, massa específica dos agregados e testes de resistência à compressão, absorção de água no concreto, entre outros ensaios. Substituindo o agregado graúdo convencional pelo RCD nas porcentagens de 10%, 30%, 50% e 100%, obteve-se resultados onde foi possível determinar que o concreto com adição de RCD com o aumento da porcentagem de substituição, obteve perdas de resistência na compressão e pouca perda na tração, o que outros autores também conseguiram constatar. É possível destacar também a absorção de água, onde comparado com o concreto convencional, o concreto com uso de RCD tem uma taxa de absorção maior, o que justifica uma pré-molhagem dos agregados antes de uma concretagem. Para atender a resistência de 20 MPa, o concreto atingiu a resistência necessária até a substituição de 50% pelo RCD.
URI: http://hdl.handle.net/10737/2221
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018RicardoHisterdeCastro.pdf2,58 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons