Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/250
Title: Qualidade de vida de professores de Instituições de Ensino Superior Comunitárias: relações entre ambiente e saúde
Authors: Koetz, Lydia Christmann Espindola  Lattes
Keywords: Qualidade de vida;Saúde do Trabalhador;Ambiente
Date of Defense: 9-Dec-2011
Issue Date: 9-Feb-2012
Citation: KOETZ, Lydia Christmann Espindola. "Qualidade de vida de professores de Instituições de Ensino Superior Comunitárias: relações entre ambiente e saúde". 2011. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ambiente e Desenvolvimento, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 09 dez. 2011. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/250>.
Abstract: Qualidade de vida pode ser entendida como a percepção dos sujeitos sobre sua posição perante a sociedade, permeada por sua cultura, valores e cotidiano e com vistas a seu objetivo e expectativas de vida, bem como as formas de pensar sobre sua vida. O presente estudo teve como objetivo investigar a qualidade de vida de docentes de instituições de ensino superior comunitárias não confessionais, com mais de 40 anos de atuação e com mais de dez mil alunos no Rio Grande do Sul. A pesquisa, com perfil quali-quantitativo e de corte transversal, ocorreu no mês de agosto e setembro de 2011, através de um questionário de perfil profissional e do questionário de qualidade de vida WHOQOL-bref. Participaram da pesquisa 203 professores, perfazendo 17% do total de docentes das três instituições analisadas. A média dos escores de qualidade de vida no domínio físico foi de 74,5 ±1,0; domínio psicológico 72,7 ±0,9; domínio social 71,3 ±1,2; domínio ambiental 69,7 ±0,8. As correlações dos dados apontam que quanto maior a carga horária dos professores menor será o índice de qualidade de vida no domínio psicológico (r = -0,1442, p = 0,0484) e no domínio social (r = -0,1649, p = 0,0239), assim como quanto maior a idade, maior será o índice de qualidade de vida no domínio psicológico (r = 0,1885, p = 0,0095) e que professores que atuam em como profissionais além das instituições de ensino apresentam melhor qualidade de vida no domínio ambiental (p= 0,0431). Os dados coletados apontam que as médias dos escores de qualidade de vida em todos os domínios são consideradas boas, sendo o domínio ambiental, em todas as análises, o apontado com a menor média.
URI: http://hdl.handle.net/10737/250
Appears in Collections:Ambiente e Desenvolvimento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LydiaKoetz.pdf935,09 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in BDU are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.