Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/2787
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorThomé, João Fellipe Ely-
dc.date.accessioned2020-06-12T22:08:24Z-
dc.date.available2020-06-12T22:08:24Z-
dc.date.issued2019-11-
dc.date.submitted2019-11-25-
dc.identifier.citationTHOMÉ, João Fellipe Ely. O papel da sociedade do Vale do Taquari na humanização das casas prisionais: estudo de caso no Presídio Estadual de Lajeado/RS. 2019. Monografia (Graduação em Direito) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 25 nov. 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/2787. pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10737/2787-
dc.description.abstractO interior de uma Casa Prisional é desconhecido para a maioria da sociedade, e muitos referem não tomar conhecimento, mantendo o sentimento de indiferença ou até de ódio. Com isso, este artigo objetiva analisar a humanização das Casas Prisionais e também a reabilitação e ressocialização efetiva do cidadão preso. Trata-se de pesquisa qualitativa, realizada pelo método dedutivo, utilizando de instrumental teórico-bibliográfico, documental e estudo de caso no Presídio Estadual de Lajeado. Para tanto, este artigo inicia-se pelo contexto histórico, com a evolução do conceito de presídio e dos direitos humanos carcerários. Em seguida, examina-se o papel da sociedade (de forma que esta está inserida no contexto, utilizando-se de organizações e conselhos para o auxílio do apenado), da mídia e das redes sociais para a propagação de informações e notícias relacionadas a casas prisionais, e, inclusive, o papel do Poder Legislativo no que tange aos direitos humanos carcerários. Por fim, analisam-se hipóteses e apresentam-se eventuais soluções para possibilitar a humanização das casas prisionais, com mudanças nas regras gerais para ingresso de funcionários ao cargo de Agente Penitenciário e maior intervenção dos municípios das comarcas judiciais, assim como a criação de presídios regionais baseando-se pelos municípios abrangidos por tais comarcas. Conclui-se que urge humanizar nossos presídios para garantir que aqueles que lá estão encarcerados tenham a chance de reabilitação, com direitos básicos garantidos, desde uma simples cama própria e sua privacidade, para que tenham a chance de ressocialização, com o apoio da sociedade para reinseri-los, depois, ao mercado de trabalho e à vida social.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectDireitos Humanospt_BR
dc.subjectPresídiospt_BR
dc.subjectReabilitação e Ressocializaçãopt_BR
dc.subjectSociedadept_BR
dc.titleO papel da sociedade do Vale do Taquari na humanização das casas prisionais: estudo de caso no Presídio Estadual de Lajeado/RSpt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
mtd2-br.advisor.instituationUniversidade do Vale do Taquari - Univatespt_BR
mtd2-br.advisor.latteshttp://lattes.cnpq.br/9322293321695709pt_BR
mtd2-br.advisor.nameMuller, Elisabete Barreto-
bdu.cnpq.areaCSApt_BR
Appears in Collections:Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019JoãoFellipeElyThome.pdf643,38 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons