Percepções sobre gênero em uma escola pública do interior do Tocantins

Imagem em miniatura
Data
2020-12
Autores
Neto, Izidorio Paz Fernandes
Título do periódico
ISSN
Título do Volume
Editor
Resumo
A presente dissertação de Mestrado tem como objetivo compreender as percepções de discentes concluintes do ensino médio e de seus professores sobre os discursos proferidos em relação ao gênero e suas manifestações na escola. Desse modo, toma como problema de pesquisa a seguinte questão: Como docentes e discentes vivem e se posicionam na disputa de significados acerca de gênero e sexualidades? A partir de tal questão, buscou-se compreender como a temática foi retratada nos últimos tempos através do estado da arte, além de buscar conceituar gênero e suas implicações na escola, práticas e papel da escola frente ao gênero e as visões sociais sobre o gênero através de literaturas que trabalham a questão. Os principais referenciais teóricos que serviram de embasamento para essas discussões foram Foucault (1988, 2009), Louro (2004, 2015), Junqueira (2010), Vianna (2015), dentre outros que se dedicaram às questões discutidas nesta pesquisa. Para a investigação, trabalhou-se com a análise do discurso foucaultiana, com foco nos questionários e entrevistas realizadas com seis discentes e três docentes de uma escola de ensino médio estadual de Guaraí. Ao final, conclui-se que há, entre os alunos, uma visão limitada sobre os conceitos de gênero, reafirmada em suas colocações de que existem apenas dois tipos. Além disso, é perceptível que a escola pouco ou nada faz para que essa visão seja alterada, já que estes mesmos sujeitos deixam transparecer que a instituição compartilha da visão delimitadora ao normatizar ideias como as de existência de “coisas de meninos e coisas de meninas”. Ao mesmo tempo, quando se analisa a visão social sobre o gênero, surge uma incoerência que nos leva a crer que seja fruto da superficialidade do tema presente em suas mentes e discursos, pois em suas respostas há indícios de abertura à temática que certamente foi provocada por outros ambientes que não a escola.
This Master's thesis aims to understand the perceptions of high school students and their teachers about the discourses given in relation to gender and its manifestations at school. Thus, it takes as a research problem the following question: How are gender and its manifestations understood by teachers and students within the school? The main theoretical references that served as the basis for these discussions were Foucault (1988) and (2009), Louro (2004, 2015), Junqueira (2010), Vianna (2015), among others who devoted themselves around the issues discussed in this research. For the investigation, we worked with the analysis of foucaultian discourse, focusing on questionnaires and interviews with students and teachers of a state high school in Guaraí. At the end it is concluded that there is a limited view among students about the concepts of gender reaffirmed in their placements that there are only two types, in addition it is noticeable that the school does little or nothing to change this view, since these same subjects show that the institution shares the delimiting view by normatizing ideas such as the existence of boys' things and girls' things, at the same time when analyzing the social view about gender, an incoherence arises that leads us to believe that it is the result of superficiality to which the theme is present in their minds, because in their answers there are indications of openness the theme that was certainly provoked by environments other than school.
Descrição
Palavras-chave
Gênero, Ensino, Discurso, Gender, Teaching, Speech
Citação
NETO, Izidorio Paz Fernandes. Percepções sobre gênero em uma escola pública do interior do Tocantins. 2020. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ensino, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 10 dez. 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/2938.
Coleções