Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/3013
Title: Avaliação do comportamento físico e mecânico de argamassas com incorporação de vidro moído oriundo de garrafas long neck
Authors: Schuster, Tailine Luísa
Keywords: Argamassa;Agregado miúdo;Vidro moído;Comportamento mecânico
Date of Defense: 26-Nov-2020
Issue Date: Nov-2020
Citation: SCHUSTER, Tailine Luísa. Avaliação do comportamento físico e mecânico de argamassas com incorporação de vidro moído oriundo de garrafas long neck. 2020. Monografia (Graduação em Engenharia Civil) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 26 nov. 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/3013.
Abstract: Uma grande desvantagem relacionada ao crescimento da construção civil está diretamente ligada ao consumo excessivo de matérias-primas finitas existentes no meio-ambiente. Desta forma, cada vez mais se torna necessário repensar as tecnologias construtivas existentes a fim de melhorá-las através de mecanismos de redução de energia ambiental e também através da reutilização de resíduos sólidos, com o objetivo de gerar uma nova destinação aos mesmos que não sejam em lixões ou aterros sanitários. Neste sentido, o presente trabalho visou apresentar uma solução à este problema, adicionando à misturas de argamassas vidro moído proveniente de garrafas do tipo “long neck” nos teores de 0%, 10%, 20% e 30% em substituição ao agregado miúdo natural. O objetivo foi analisar o comportamento mecânico das mesmas tanto no estado fresco quanto no estado endurecido, através de ensaios de: índice de consistência, densidade de massa, absorção de água por capilaridade, resistência à tração na flexão, resistência à compressão e por fim, determinar através do ensaio de Índice de Desempenho aos 28 dias se o vidro moído influenciou na atividade pozolânica das misturas. Com relação aos resultados, a pesquisa concluiu que o teor de 10% pode ter atingido um valor ideal de substituição, visto que os teores de 20% e 30% não demonstraram ganhos de resistência em relação ao traço de referência. Isto ocorreu devido à maior presença de poros na matriz, o que influencia diretamente na durabilidade do produto final. Por fim, em relação ao ensaio de índice de desempenho aos 28 dias, o mesmo indicou inexistência de atividade pozolânica do pó de vidro para o módulo de finura utilizado.
URI: http://hdl.handle.net/10737/3013
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020TailineLuisaSchuster.pdf5,64 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons