Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/302
Title: Mastofauna não-voadora em fragmentos florestais nativos circundados por uma matriz agrícola e de pastagem em Palmeira das Missões/RS
Authors: Kionka, Danielle Christine Oliveira  Lattes
Keywords: Mamíferos terrestres;Ecologia de Paisagens;Domínio da Mata Atlântica;Floresta Estacional Decidual;Áreas rurais
Date of Defense: 14-Jan-2013
Issue Date: 31-May-2013
Citation: KIONKA, Danielle Christine Oliveira. "Mastofauna não-voadora em fragmentos florestais nativos circundados por uma matriz agrícola e de pastagem em Palmeira das Missões/RS". 2013. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ambiente e Desenvolvimento, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 14 jan. 2013. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/302>.
Abstract: A mastofauna presente no Estado do Rio Grande do Sul vem sofrendo com a redução das florestas nativas. Este estado continua abrigando uma grande riqueza de mamíferos terrestres. Contudo, informações sobre a mastofauna do Estado ainda são escassas para determinadas áreas. Este trabalho foi desenvolvido em três fragmentos florestais circundados por uma matriz de atividade agrícola e pecuária, localizados no município de Palmeira das Missões, RS. O objetivo foi inventariar a mastofauna não-voadora dos remanescentes florestais, obtendo-se dados sobre composição e riqueza, contribuindo, assim, para o diagnóstico da situação ambiental regional. Foram realizadas amostragens por meio de armadilhas fotográficas, gaiolas (do tipo Tomahawk), procura ativa de vestígios (fezes e pegadas), além de avistamentos. As atividades de campo foram desenvolvidas durante um ano, em quatro campanhas, coincidindo com as estações do ano. Em cada campanha foram utilizados quatro dias e três noites de amostragem. Registrou-se a ocorrência de nove famílias pertencentes a seis ordens, compreendendo 14 espécies de mamíferos, uma das quais é exótica (Lepus europaeus). Dentre as espécies registradas, três delas estão ameaçadas de extinção no Estado do Rio Grande do Sul, Nasua nasua, Mazama gouazoubira e Leopardus tigrinus, sendo esta última também considerada ameaçada no Brasil. A mastofauna registrada apresenta predominância de espécies com hábitos generalistas, o que explica a persistência desta fauna mesmo em ambientes diminutos e com elevada ação antrópica. A manutenção ou conservação desses remanescentes florestais é de grande importância, visto que se tornaram pequenos refúgios da vida silvestre, fornecendo alimento e abrigo para várias espécies de mamíferos não-voadores na região.
URI: http://hdl.handle.net/10737/302
Appears in Collections:Ambiente e Desenvolvimento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Danielle Kionka.pdf2,25 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons