Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/3038
Title: Comparação entre viga de rolamento em aço e concreto armado pré-fabricado
Authors: Konrath, William Ramon
Keywords: Ponte rolante;Viga de rolamento;Aço;Concreto armado pré-fabricado
Date of Defense: 2-Dec-2020
Issue Date: Nov-2020
Citation: KONRATH, William Ramon. Comparação entre viga de rolamento em aço e concreto armado pré-fabricado. 2020. Monografia (Graduação em Engenharia Civil) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 02 dez. 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/3038.
Abstract: Com o foco principal das indústrias voltado à alta produção e com intuito de não haver grandes perdas nesse processo, o que vem crescendo no mercado atual é a movimentação de cargas por pontes rolantes e para isso, tem-se as Vigas de Rolamento (VR). Elas têm o propósito de sustentar a via de rolamento de uma ponte rolante, transmitindo os esforços causados por ela para a edificação. Na análise e dimensionamento devem ser consideradas cargas móveis verticais, e as vigas podem ser constituídas de aço ou concreto armado pré-fabricado. O presente trabalho visa comparar vigas de rolamento em aço e concreto armado pré-fabricado, analisando a viabilidade econômica. Para isso foi elaborado o dimensionamento das VR que sustentam dois modelos diferentes de ponte rolante, univiga e biviga, com capacidade total de quinze e quarenta toneladas, respectivamente, é com as informações e características das pontes que serão definidas as cargas para então utilizar seus devidos coeficientes de majoração, fazendo-se as combinações de ELU e ELS. Ambos os modelos de VR foram elaborados no software Ftool para obter os esforços cortantes e momentos fletores e após isso utilizou-se uma planilha Excel com o método de cálculo para dimensionamento das mesmas. Para o comparativo de valores buscou-se fazer três orçamentos em empresas especializadas nos dois materiais estudados e assim classificar melhor as VR, que para a viga de concreto que suporta a ponte univiga o menor valor foi de R$3.423,00 e para biviga foi de R$6.358,00. Para as VR de aço os valores foram de R$4.995,00 e R$9.450,00 para univiga e biviga, respectivamente. Os deslocamentos verticais, flechas, apresentaram uma variação considerável entre elas, sendo que na comparação entre as VR que suportam a ponte univiga obteve-se uma diferença de 65,8% e para a ponte biviga foi de 173,7% entre o aço e o concreto. Os pesos próprios também tiveram uma grande diferença entre si, pois como o esperado, o concreto teve um peso mais elevado do que para a VR de aço, apresentando os valores de 727,7% e 685,7% de diferença do aço para concreto armado pré-fabricado, para as pontes univiga e biviga, respectivamente. Assim, todas as quatro VR apresentaram prós e contras nos termos comparados, visando somente a viga como elemento único, a VR de concreto armado pré-fabricado apresentou um valor de custo bem inferior que a de aço, podendo ser, ou não, um condicionante para a escolha do material. O engenheiro responsável deve ter atenção com a análise global de uma edificação onde a viga de rolamento é empregada, pois essa mesma viga tem um peso próprio elevado, fazendo com que toda a estrutura seja adequada para suportá-la.
URI: http://hdl.handle.net/10737/3038
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020WilliamRamonKonrath.pdf2,53 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons