Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/3143
Title: Retrato sensorial: a utilização do design na criação de um produto fotográfico destinado a pessoas cegas
Authors: Scheeren, Mariana
Keywords: Design;Design emocional;Deficiência visual;Fotografia;Manufatura aditiva;Emotional design;Visual impairment;Photography;Additive manufacturing
Date of Defense: 17-Dec-2020
Issue Date: Dec-2020
Citation: SCHEEREN, Mariana. Retrato sensorial: a utilização do design na criação de um produto fotográfico destinado a pessoas cegas. 2020. Monografia (Graduação em Design) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 17 dez. 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/3143.
Abstract: A fotografia, enquanto forma de documentação histórica pessoal, age diretamente no âmago do ser humano, possibilitando que suas memórias emerjam e transbordem os mais variados sentimentos. Por mais que a fotografia pareça estar disponível a todos, ela se trata de um instrumento extremamente visual e quando relacionada àqueles que não veem, percebe-se uma limitação. A fotografia, ainda assim, encontra-se disponível a pessoas cegas, mas ao invés de oferecer uma experiência visual, se trata de uma experiência imagética, que utiliza os outros sentidos humanos como base para tal, principalmente por eles serem aflorados, na ausência da visão. Baseando-se nos conceitos do Design Emocional e levando em consideração a importância da inclusão, em um sentido geral, bem como o papel do designer enquanto solucionador de problemas cotidianos, este trabalho teve o intuito de desenvolver um produto fotográfico que ofereça uma experiência sensorial a pessoas cegas. Portanto, para o melhor andamento do projeto, esta monografia de cunho exploratório, foi dividida em duas fases: pesquisa e experimentação. A definição destas fases foi proposta pela metodologia aplicada, cujas etapas baseiam-se na metodologia HCD (2009). Durante a fase de pesquisa, além do embasamento teórico, foram realizadas pesquisas qualitativas e análises de similares. Após a coleta destes dados, iniciou-se a fase experimental do trabalho, foi feita a definição geral do produto, com o auxílio de ferramentas criativas e por meio de uma etapa de geração de alternativas. Dando início às etapas de execução prática, a imagem utilizada como base para a modelagem 3D foi captada e posteriormente modelada em softwares específicos para o desenvolvimento tridimensional. Também foram definidos e desenvolvidos os métodos descritivos, bem como a preparação do acesso a eles. A impressão dos modelos tridimensionais foi realizada a partir do uso de uma impressora 3D. Após finalizados todos os elementos, eles foram unidos em um quadro. A etapa de verificação foi realizada com objetivo de analisar minuciosamente cada parte que compõem o Retrato Sensorial. Ao final do trabalho, percebeu-se que os resultados obtidos foram satisfatórios, principalmente pelo público-alvo se sentir atraído por esta forma de experienciar a fotografia.
Photography as a personal historical documentation acts at the core of the human being, enabling its memories to emerge and overflow in several diverse feelings. However, even if photography seems to be available to everyone, it is a strictly visual tool, and it is limited when it is related to those who cannot see it. Photography, nonetheless, is available to blind people, but instead of offering a visual experience, it is an imaginary experience, which uses other human senses as a basis for this, mainly because they are enhanced in the absence of eyesight. Based on the concepts of Emotional Design, and taking into account the importance of inclusion in a general sense, as well as the role of the designer as an everyday problem solver, this work aims to develop a photographic product that offers a sensory experience to blind people. Therefore, for the best progress of the project, this exploratory work was divided into two phases: research and experimentation. The definition of these phases was proposed by the applied methodology whose steps are based on the HCD methodology (2009). During the research phase, in addition to the theoretical basis, qualitative research and analysis of similar were carried out. After collecting these data, the experimental phase of the work began, the general definition of the product was made, with the help of creative tools and through a stage of generating alternatives. Starting the stages of practical execution, the image used as a basis for 3D modeling was captured and later modeled in a specific software for three-dimensional development. Descriptive methods were also defined and developed as together the preparation of access to them. The printing of three-dimensional models was carried out using a 3D printer. After finishing, all the elements were joined into a frame. The verification step was carried out in order to thoroughly analyze each part that make up the Sensory Portrait. At the end of the work, it was noticed that the results obtained were satisfactory, mainly because the target audience was attracted by this way of experiencing photography.
URI: http://hdl.handle.net/10737/3143
Appears in Collections:Design

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020MarianaScheeren.pdf10,45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons