Saúde bucal do idoso: uma revisão de literatura

Imagem em miniatura
Data
2021-06
Autores
Gradaschi, Richer
Título do periódico
ISSN
Título do Volume
Editor
Resumo
A população Brasileira a cada ano que passa vem tendo um grande índice no envelhecimento, a partir disso é importante que os profissionais da saúde tenham um conhecimento nas alterações provocadas por este fenômeno. É importante que o Cirurgião dentista reconheça estes acontecimentos. A população idosa tem uma maior prevalência de doenças crônicas, como, diabetes, doenças cardiovasculares, hipertensão, entre outras. Em relação aos idosos observa-se que a hipossalivação seguido da xerostomia, o uso de medicamentos traz alguns efeitos colaterais no qual diminui a saliva contribuindo para surgimentos de cáries e candidíase. Além disso, observa-se que a doença periodontal é causada por acúmulo de biofilme e as recessões gengivais apresentadas são por escovações traumáticas no decorrer dos anos, como consequência dessas recessões tem uma prevalência de cárie radicular, porém podem apresentar lesões de cárie nos dentes existentes como um todo, não só relacionado a raízes expostas. A perda dentária dos idosos está relacionada higienização inadequada, cárie dentária, perda de inserção periodontal, mobilidade dentária, restaurações fraturadas, dificuldade ao acesso ao serviço de saúde, falta de dentes hígidos na cavidade bucal e uma das principais queixas está relacionado com o comprometimento da estrutura dental associado com dor. Nesta população também encontramos lesões de mucosa oral, tais como, candidíase oral, hiperplasia fibrosa inflamatória e carcinoma espinocelular. A candida albicans está presente na 3 cavidade bucal, idosos que utilizam próteses têm um índice maior a esse hospedeiro se proliferar, por conta de não higienizar corretamente estas próteses e uma má adaptação pode levar a hiperplasia fibrosa inflamatória. Além disso, o carcinoma espinocelular é a neoplasia maligna mais comum da cavidade bucal, tem origem nas células da camada espinhosa do epitélio e está associado ao uso de tabaco e álcool. Porém as lesões de carcinoma espinocelular que desenvolvem no lábio inferior estão envolvidas com a radiação solar.
Descrição
Palavras-chave
Odontologia, Doenças bucais, Alterações bucais do idoso e odontogeriatria
Citação
GRADASCHI, Richer. Saúde bucal do idoso: uma revisão de literatura. 2021. Monografia (Graduação em Odontologia) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 23 jun. 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/3220.
Coleções