Lesões traumáticas de dentes decíduos e incidência de sequelas em dentes permanentes: uma revisão sistemática com meta-análise

Imagem em miniatura
Data
2021-12
Autores
Compagnoni, Luana
Título do periódico
ISSN
Título do Volume
Editor
Resumo
Lesões Traumáticas Dentárias (LTDs) acometem cerca de 1 bilhão de pessoas no mundo e a prevalência na dentição decídua é de 22.7%. Os dentes decíduos e seus sucessores permanentes estão diretamente ligados, e quando LTDs ocorrem na dentição decídua, estudos longitudinais têm reportado que há uma maior probabilidade de ocorrer sequelas irreversíveis nos dentes sucessores permanentes. Estudos não têm apresentado um consenso sobre a real incidência de sequelas na dentição permanente após uma LTD em dentes decíduos, e tem variado de 20,2% a 74,1%. Além disso, nenhuma revisão sumariza a incidência de sequelas nos dentes permanentes advindos de traumas nos decíduos. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi estimar a incidência de sequelas nos sucessores permanentes de dentes decíduos traumatizados, bem como realizar a estratificação da incidência de acordo com os tipos de traumatismos. A estratégia de busca foi realizada utilizando palavras- chave relevantes e entre termos MeSH, que foram pesquisados em seis bases de dados (BVS, Scielo, PubMed, Scopus, Web of Science, EMBASE). Foram incluídos na revisão estudos longitudinais prospectivos ou retrospectivos, incluindo crianças de qualquer faixa etária que sofreram traumatismo em dentes decíduos e que foram acompanhados até a erupção do sucessor permanente. Nenhuma restrição foi aplicada para sexo, período de acompanhamento, ano de publicação ou idioma em que o estudo foi publicado. Relatos de casos, séries de casos, comentários editoriais, revisões e quaisquer estudos nos quais as repercussões dos traumas não foram avaliadas nos sucessores permanentes foram excluídos. A extração de dados foi realizada de forma independente por dois revisores (LC e LAC) em uma planilha eletrônica pré-definida e testada. Uma metanálise foi realizada para agrupar a incidência de sequelas em dentes permanentes. Foram estimadas as incidências de sequelas em dentes permanentes com seus respectivos intervalos de confiança de 95% (CI 95%). A heterogeneidade será avaliada com a estatística I2 . Uma elevada heterogeneidade será considerada quando I2 for superior igual ou superior a 50%. Considerando a grande heterogeneidade metodológica de estudos observacionais, um modelo randômico será utilizado na metanálise.
Dental Traumatic Injuries (TDIs) affect approximately 1 billion people worldwide and the prevalence in primary dentition is 22.7%. The primary teeth and their permanent successors are directly linked, and when TDIs occur in the primary dentition, longitudinal studies have reported that there is a greater likelihood of irreversible sequelae occurring in the permanent successor teeth. Studies have not shown a consensus on the real incidence of sequelae in permanent dentition after TDI in primary teeth, and it has ranged from 20.2% to 74.1%. In addition, no review summarizes the incidence of sequelae on permanent teeth resulting from trauma to primary teeth. Therefore, the aim of the present study was to estimate the incidence of sequelae in permanent successors of traumatized primary teeth, as well as to stratify the incidence according to the types of trauma. The search strategy was performed using relevant keywords and between MeSH terms, which were searched in six databases (BVS, Scielo, PubMed, Scopus, Web of Science, EMBASE). Prospective or retrospective longitudinal studies were included in the review, including children of any age group who suffered trauma to primary teeth and who were followed until the eruption of the permanent successor. No restrictions were applied for gender, follow-up period, year of publication or language in which the study was published. Case reports, case series, editorial comments, reviews, and any studies in which the repercussions of trauma were not assessed on permanent successors were excluded. Data extraction was performed independently by two reviewers (LC and LAC) in a pre- defined and tested electronic spreadsheet. A meta-analysis was performed to group the incidence of sequelae in permanent teeth. The incidences of sequelae in permanent teeth were estimated with their respective 95% confidence intervals (95% CI). Heterogeneity will be evaluated using the I2 statistic. A high heterogeneity will be considered when I2 is greater than or greater than 50%. Considering the great methodological heterogeneity of observational studies, a random model will be used in the meta-analysis.
Descrição
Palavras-chave
Trauma dental, Incidência, Criança, Sequelas, Dental trauma, Incidence, Child, Sequelae
Citação
COMPAGNONI, Luana. Lesões traumáticas de dentes decíduos e incidência de sequelas em dentes permanentes: uma revisão sistemática com meta-análise. 2021. Monografia (Graduação em Odontologia) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 02 dez. 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/3382.
Coleções