Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/443
Title: Avaliação e otimização de um sistema para aplicação de processo oxidativo avançado uv/h2o2 no tratamento de efluentes visando o reúso
Authors: Loch, Fernando  Lattes
Keywords: Processo oxidativo avançado;Projeto de reatores fotoquímicos;Análise hidrodinâmica;Degradação corantes
Date of Defense: 29-Oct-2013
Issue Date: 13-May-2014
Citation: LOCH, Fernando. "Avaliação e otimização de um sistema para aplicação de processo oxidativo avançado uv/h2o2 no tratamento de efluentes visando o reúso". 2013. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ambiente e Desenvolvimento, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 29 out. 2013. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/443>.
Abstract: Este trabalho consiste na análise de três configurações de reatores fotoquímicos aplicados a processos oxidativos avançados através do processo UV/H2O2. As configurações desses reatores foram analisadas em três vazões diferentes, 20 L h-1, 25 L h-1 e 30 L h-1. Foram realizadas avaliações hidrodinâmicas através da passagem em fluxo conforme as vazões mencionadas de uma solução 5% de traçador, de corante vermelho Bordeaux, que permitiu construir as curvas de distribuição do tempo de residência (DTR) para cada reator. A análise dessas curvas trazem informações importantes quanto ao funcionamento dos reatores, mostrando as limitações de cada configuração, seja por zonas mortas ou dispersões em seu interior. Foram analisadas a descoloração do efluente estudado, efluente sintético com base em seis corantes alimetícios, Corante Amarelo Tartrazina (CI 19140), Corante Amarelo Crepúsculo (CI 15985), Corante Vermelho Bordeaux FCF (CI 42090), Corante Eritrosina (CI 45430), Corante Azul Indigotina (CI 73015) e Corante Azul Brilhante FCF (CI42090). Nessa fase do estudo possibilitou-se uma análise da eficiência qualitativa do sistema, mostrando a remoção de cor em cada uma das configurações de reatores de onde obteve-se valores de 100% nos reatores R2 e R3, no 3º e 2º reciclo, respectivamente, o reator R1, apresentou limitações, necessitando de 4 reciclos. Também realizou-se uma análise energética do reator, afim de determinar custos envolvidos nesse tipo de tratamento. Na análise hidrodinâmica teve-se resultados indicando presença de zonas mortas e curto circuitos nos reatores, sendo que, a variação da vazão possibilita um uso mais eficiente de R1 em baixa vazão, R2 em em vazão alta, e R3 em vazão intermediária e alta. A partir do cálculo de EEO, verifica-se que a eficiência dos tratamentos é de aproximadamente (média) 23,843 kWh m-3 para o R1, 25,932 kWh m-3 para o R2 e 22,065 kWh m-3 para o R3.
URI: http://hdl.handle.net/10737/443
Appears in Collections:Ambiente e Desenvolvimento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FernandoLoch.pdf1,53 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons