Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/481
Title: Avaliação dos efeitos da inoculação de estirpes de rizóbios nativos do Vale do Taquari em plantas de feijão (Phaseolus vulgaris L.)
Authors: Souza, Eduardo Martins De
Keywords: Estirpes;Feijão;Nodulação;Rizóbios;Vale do Taquari
Issue Date: 5-Jun-2014
Abstract: O feijão é produto de grande importância econômica e nutricional, e ao mesmo tempo uma cultura capaz de promover uma melhoria na fertilidade do solo através da fixação biológica do nitrogênio, utilizando-se práticas como a rotação de culturas e adubação verde. Para alcançar melhores resultados a partir destas práticas agrícolas faz-se necessário esclarecer algumas relações entre rizóbios e plantas, relativas à fixação simbiótica do nitrogênio atmosférico, além de buscar estirpes de bactérias que apresentem resultados mais promissores. A presente monografia é o resultado de uma pesquisa desenvolvida durante o ano de 2013 que pretendeu estudar a relação entre o número de nódulos em raízes de Phaseolus vulgaris L. (feijoeiro comum), o peso seco das plantas e a concentração de células de rizóbios inoculado no substrato, comparando o efeito da inoculação de diferentes isolados de rizóbios. Para tanto, conduziu-se um experimento em casa de vegetação, com 10 isolados oriundos do Vale do Taquari em três diferentes densidades de células, no qual o número de nódulos nas raízes, o peso seco da parte aérea e o peso seco das raízes foram avaliados. Apenas em dois tratamentos do isolado RS11 houve diferença significativa no número de nódulos por planta entre as concentrações 10-5 e 10-7. Nos tratamentos com o isolado L30 houve diferença significativa no peso seco das partes aéreas em uma das três concentrações testadas e nos tratamentos com o isolado RS11 entre duas das três concentrações testadas. Na comparação entre os diferentes isolados não houve diferença significativa no número de nódulos por planta, e nos tratamentos com E15 e L5 não houve nodulação. O peso seco das raízes não apresentou diferença significativa, e os valores de peso seco das partes aéreas apontaram que os tratamentos M3 e VC28 apresentaram valores significativamente maiores que de todos os controles utilizados. Analisando-se os dados foi possível concluir que o número de células de rizóbios inoculadas no substrato não interfere na nodulação de raízes. Os isolados M3 e VC28 apresentaram-se como potenciais na fixação biológica de nitrogênio na cultura de feijão-comum.
URI: http://hdl.handle.net/10737/481
Appears in Collections:Ciências Biológicas - Licenciatura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013EduardoMartinsSouza.pdf615,15 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons