Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/873
Title: A (im)possibilidade de aplicação da Lei Maria da Penha para a proteção de transexuais vítimas de violência doméstica e familiar
Authors: Silva, Daniela Martins da
Keywords: Violência contra a mulher;(Im)Possibilidade;Lei Maria da Penha;Transexuais
Date of Defense: Jun-2015
Issue Date: 28-Dec-2015
Citation: SILVA, Daniela Martins da. A (im)possibilidade de aplicação da Lei Maria da Penha para a proteção de transexuais vítimas de violência doméstica e familiar. 2015. Monografia (Graduação em Direito) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, jun. 2015. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/873.
Abstract: A Lei Maria da Penha foi inserida em nosso ordenamento jurídico na data de 07 de agosto de 2006, sendo considerada um marco na história de luta das mulheres, uma vez que visa coibir a violência doméstica e familiar contra as mesmas, através da criação de medidas protetivas em seu resguardo. Considerando o objetivo da citada lei, urge fazer referência à pessoa da transexual ou transgênero, o qual, na pretensão de obter uma satisfação pessoal, através da mudança de sexo, acaba criando uma situação complexa frente à norma, uma vez que, transformando-se no sexo feminino, em sendo vítima de violência doméstica e familiar, busca receber amparo e proteção da referida legislação. A presente monografia objetiva analisar a (im)possibilidade de aplicação da Lei Maria da Penha para a proteção de transexuais vítimas de violência doméstica e familiar. Trata-se de pesquisa qualitativa, realizada por meio de método dedutivo e de procedimento técnico bibliográfico e documental. Dessa forma, as reflexões partem de um resgate da evolução histórica dos gêneros masculino e feminino. Em seguida, faz-se um estudo desde o surgimento da Lei Maria da Penha, instituída pela Lei n° 11.340/2006. Finalmente, analisa-se a (im)possibilidade de aplicação da Lei Maria da Penha para a proteção de transexuais vítimas de violência doméstica e familiar. Nesse sentido, entende-se ser perfeitamente viável a aplicação da Lei Maria da Penha para a proteção de transexuais vítimas de violência doméstica e familiar, desde que devidamente operadas e com a realização da alteração do sexo no registro civil.
URI: http://hdl.handle.net/10737/873
Appears in Collections:Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015DanielaMartinsdaSilva.pdf564,24 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons