Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/957
Title: O uso de algemas na atuação policial diante dos princípios constitucionais
Authors: Schneider, Jair José
Keywords: Algemas;Princípios constitucionais;Dignidade da pessoa humana;Segurança pública;Polícia;Força
Date of Defense: Jun-2009
Issue Date: 5-Feb-2016
Citation: SCHNEIDER, Jair José. O uso de algemas na atuação policial diante dos princípios constitucionais. 2009. Monografia (Graduação em Direito) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, jun. 2009. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/957.
Abstract: A presente monografia visa analisar a controvérsia que se instaurou em torno do emprego das algemas pelos órgãos policiais, mormente com as crescentes operações da Polícia Federal em resposta ao aumento da criminalidade em todos os setores da sociedade. A questão central é investigar se o uso do apetrecho afronta os direitos e princípios constitucionais fundamentais do preso. O texto inicia enumerando e descrevendo os direitos e princípios constitucionais fundamentais envolvidos na questão e invocados por aqueles que criticam o uso das algemas de forma indiscriminada. Na sequência, apresenta-se um histórico sobre o surgimento e a evolução do apetrecho em si, e a legislação existente que trata do assunto. Estuda-se também, o fenômeno de repentina preocupação do poder legislativo nacional, cujos congressistas apresentaram grande número de projetos de lei com intuito de disciplinar o tema, da mesma forma que o Supremo Tribunal Federal também adentrou na celeuma, editando uma súmula vinculante. Após, se verifica a função estatal de prover a ordem social por meio do poder de polícia, o uso da força na atividade policial e a preocupação em preservar a vida e a segurança dos envolvidos na ação. O uso de algemas pode macular os direitos e princípios constitucionais fundamentais quando são usadas com intuito de humilhar o preso submetendo-o ao achincalhamento público em exibições na mídia. Por outro lado, entende-se necessário a análise e reflexão sobre o tema, considerando todos os aspectos envolvidos, sobretudo de ordem prática, admitindo a relativização dos direitos individuais quando estes se opõem aos interesses coletivos.
URI: http://hdl.handle.net/10737/957
Appears in Collections:Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009JairJoseSchneider.pdf590,26 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in BDU are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.