Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/988
Title: Estudo da influência da PCH Salto Forqueta na enchente de 04 de janeiro de 2010
Authors: Cas, Rodrigo da
Keywords: Barragens;Inundação;Modelos Hidrológicos
Date of Defense: Jun-2015
Issue Date: 19-May-2016
Citation: CAS, Rodrigo da. Estudo da influência da PCH Salto Forqueta na enchente de 04 de janeiro de 2010. 2015. Monografia (Graduação em Engenharia Civil) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, jun. 2015. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/988.
Abstract: A hidrologia é a ciência que estuda os fenômenos físicos relacionados à água no planeta Terra. Dessa maneira, fundamentadas nos estudos hidrológicos, são projetadas obras hidráulicas que auxiliam as pessoas, seja para o desenvolvimento social ou prevenção de desastres naturais. O estudo da água busca entender os recursos hídricos no mundo para o benefício da população, no abastecimento de água, irrigação, hidroeletricidade, navegação e controle de inundações. Este trabalho visa estudar a influência do barramento da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Salto Forqueta no evento extremo hidrometeorológico ocorrido em 04 de janeiro de 2010 que causou a inundação parcial da cidade de Marques de Souza, no interior do Rio Grande do Sul. Esta análise foi viável a partir do uso conjugado de dois modelos hidrológicos para simular o evento: o modelo chuva-vazão, SCS (Soil Conservation Service) e o modelo de propagação da onda de cheia Muskingum-Cunge. Foram efetuadas duas simulações de modo independente, a primeira considerando o barramento da PCH Salto Forqueta para calibrar os parâmetros e obter um cenário semelhante ao observado em Marques de Souza, e, a segunda removendo o barramento para verificar as possíveis alterações na forma do hidrograma e nas cotas atingidas pelo rio Forqueta. No estudo foi constatada uma pequena influência do barramento na enchente, reduzindo o pico da cheia na cidade de Marques de Souza em 6,13 m³/s na vazão de entrada e, 44,57 m³/s na vazão de saída, em comparação ao cenário sem o barramento do rio Forqueta. Na comparação entre as cotas atingidas, foi observada uma redução insignificante, de apenas 1 cm no nível do rio Forqueta em virtude da presença do barramento.
Hydrology is the science that studies the physical phenomena related to water on planet earth. Thus, based on hydrological studies waterworks are designed to help people, whether for social development or prevention of natural disasters. The water study seeks to understand the water resources in the world for the benefit of the population, such as water supply, irrigation, hydropower, navigation and flood control. This work aims to study the influence of Small Hydro Power Plant bus (PCH) Salto Forqueta in extreme hydrometeorological event occurred on January 4, 2010 that caused the partial flooding of the city of Marques de Souza. This analysis was carried out from the combined use of two hydrological models to simulate the event: SCS rainfall-runoff model (Soil Conservation Service) and the propagation model of the full-Muskingum Cunge. In this sense, two simulations were conducted independently, the first considering the dams PCH Salto Forqueta to calibrate parameters and get a scenario similar to that observed in Marques de Souza, and the second by removing the dams to check for any changes in the shape of the hydrograph and the quotas affected by the rio Forqueta. In this study we observed a small influence on the bus flooding, reducing the peak of the full town Marques de Souza at 6,13 m³ / s input flow and 44,57 m³ / s output flow, compared to the scenario without the dams rio Forqueta. Comparing the affected shares, an insignificant reduction of only 1 cm in rio Forqueta level due to the presence of the bus was observed.
URI: http://hdl.handle.net/10737/988
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015RodrigodaCas.pdf3,93 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons