Avaliação da produção de biogás a partir de resíduo sólido orgânico da indústria cervejeira

dc.contributor.advisor1Konrad, Odorico
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9946679953072196pt_BR
dc.creatorEndler, Isadora Arenhardt
dc.date.accessioned2021-12-30T12:30:07Z
dc.date.available2021-12-30T12:30:07Z
dc.date.issued2021-06
dc.date.submitted2021-07-07
dc.description.abstractA enorme variedade de cervejas e a grande busca da bebida têm aumentado o crescimento das indústrias cervejeiras. A alta produção de cerveja resulta em um enorme volume de resíduo dentro das indústrias, o qual necessita ser destinado de forma correta, para evitar impactos ao meio ambiente. Um dos resíduos gerados por essas indústrias é o resíduo sólido orgânico, mais conhecido como bagaço de malte, considerado uma ótima alternativa por contribuir com o aumento da energia renovável, pelo fato de possuir elevado teor de celulose. Uma técnica específica para o tratamento de resíduos sólidos é a digestão anaeróbia que auxilia na diminuição da emissão de gases efeito estufa. A digestão anaeróbia ocorre na ausência de oxigênio e é realizada em quatro etapas através de várias bactérias. Dessa forma, o objetivo desse estudo foi avaliar a produção de biogás e metano a partir do resíduo sólido orgânico, o bagaço de malte, de uma indústria cervejeira localizada no Vale do Taquari, em escala laboratorial, através da digestão anaeróbia. As amostras foram submetidas ao experimento em triplicatas, por meio de reatores de 1000 mL, preenchidos com 500g de amostra (inóculo, celulose microcristalina e bagaço de malte), mantidos na incubadora bacteriológica a temperatura mesofílica de 35 oC. Para isso foram realizadas as análises de pH, sólidos totais, voláteis e fixos. O resultado dos sólidos voláteis do bagaço de malte foi de 96,67% e sólidos totais igual a 24,71%, consideradas porcentagens ótimas para a produção de biogás. O experimento obteve tempo de detenção de 26 dias, onde foi possível obter resultado satisfatório para o bagaço de malte. O volume de produção de biogás foi de 1.731,39 mL e produção de metano aproximadamente em 60%. Os resultados do potencial bioquímico de biogás e metano foi de 488,27 mLN/gSV e 265,12 mLN/gSV, respectivamente. Dessa forma, o substrato em questão tem alta capacidade de degradar a matéria orgânica e auxiliar na produção de energia renovável.pt_BR
dc.description.abstractThe huge variety of beers and the great search for the beverage have increased the growth of the brewing industries. The high production of beer results in a huge volume of residue within the industries, which needs to be disposed of correctly, to avoid impacts on the environment. One of the waste generated by these industries is organic solid waste, better known as malt bagasse, considered a great alternative for contributing to the increase of renewable energy, due to its high cellulose content. A specific technique for the treatment of solid waste is anaerobic digestion, which helps to reduce the emission of greenhouse gases. Anaerobic digestion takes place in the absence of oxygen and is carried out in four steps by various bacteria. Thus, the aim of this study was to evaluate the production of biogas and methane from organic solid waste from a brewery located in Vale do Taquari, on a laboratory scale, through anaerobic digestion. The samples were submitted to the experiment in triplicate, using 1000 mL reactors, filled with 500g of sample (inoculum, microcrystalline cellulose and malt bagasse), kept in a bacteriological incubator at a mesophilic temperature of 35 oC. For this, analyzes of pH, total solids, volatile and fixed, were performed. The result of volatile solids of malt bagasse was 96.67% and total solids equal to 24.71%, considered optimal percentages for the production of biogas. The experiment had a detention time of 26 days, where it was possible to obtain a satisfactory result for the malt bagasse. The volume of biogas production was 1,731.39 mL and methane production was approximately 60%. The results of the biochemical potential of biogas and methane were 488.27 mLN/gSV and 265.12 mLN/gSV, respectively. Thus, the substrate in question has a high capacity to degrade organic matter and assist in the production of renewable energy.pt_BR
dc.identifier.citationENDLER, Isadora Arenhardt. Avaliação da produção de biogás a partir de resíduo sólido orgânico da indústria cervejeira. 2021. Monografia (Graduação em Engenharia Química) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 07 jul. 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/3227. pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10737/3227
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectBagaço de maltept_BR
dc.subjectResíduo sólido orgânicopt_BR
dc.subjectDigestão anaeróbiapt_BR
dc.subjectBiogáspt_BR
dc.subjectMalt bagassept_BR
dc.subjectOrganic solid wastept_BR
dc.subjectAnaerobic digestionpt_BR
dc.subjectBiogaspt_BR
dc.subject.cnpqENGpt_BR
dc.titleAvaliação da produção de biogás a partir de resíduo sólido orgânico da indústria cervejeirapt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
Arquivos
Pacote original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Imagem em miniatura
Nome:
2021IsadoraArenhardtEndler.pdf
Tamanho:
1.44 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Pacote de licença
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
4.49 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: