O que é ser um "Padrinho Internacional"?

O programa visa à interação entre a comunidade universitária e os alunos estrangeiros que realizam intercâmbio na Univates. Trata-se de uma atividade voluntária pela qual se estabelece uma troca e enriquecimento cultural, além do aprimoramento de outras línguas.

Por que ser um "Padrinho Internacional"?

Além de contribuir para a formação pessoal dos participantes envolvidos, destacam-se como benefícios do programa:

  • conhecer novas culturas;
  • aprimorar-se em outras línguas;
  • contribuir para a difusão da cultura brasileira;
  • colaborar para a cooperação internacional;
  • validar atividades complementares.*

*Ao final do programa e após preenchido o relatório final, o participante receberá um certificado, o qual poderá ser validado como Atividades Complementares, de acordo com o aval da coordenação do curso.

Quem são os afilhados?

Os afilhados são alunos estrangeiros provenientes, principalmente, da América do Sul e da Europa. Cada padrinho será incumbido de um ou mais intercambistas – de acordo com a sua preferência. A Diretoria de Relações Internacionais (DRI) designará os afilhados aos seus respectivos padrinhos, a fim de que iniciem os contatos.

Quais as responsabilidades e obrigações do "Padrinho Internacional"?

Dentre as responsabilidades e obrigações do padrinho destacam-se:

  • realizar contato prévio com o intercambista, a fim de obter dados sobre a sua chegada e repassar informações necessárias;
  • participar dos encontros promovidos pela Diretoria de Relações Internacionais;
  • apresentar a cidade de Lajeado e região, em um primeiro momento;
  • integrar o estudante estrangeiro em atividades desenvolvidas pela Univates;
  • auxiliar nas primeiras compras;
  • repassar informações sobre a estrutura da Univates e auxiliar o afilhado a se localizar;
  • ensinar sobre a cultura e o estilo de vida da região;
  • estar atento à saúde do intercambista e auxiliá-lo quando necessário;
  • orientar o estrangeiro sobre a emissão e retirada de CPF, abertura de conta bancária e outros procedimentos legais;
  • acompanhar o aluno em atividades de turismo, cultura, lazer etc.
  • ao final do programa, o padrinho deve entregar um relatório final, para fins de emissão de certificado.

Como fazer para se tornar um "Padrinho Internacional"?

Os interessados em apadrinhar um intercambista devem preencher o Formulário de Apadrinhamento, presente no site do Intercâmbio. A partir disso, será realizada uma entrevista, com data e local a serem informados pela DRI. Para se candidatar, é preciso possuir algum vínculo com a Univates (aluno, professor, diplomado etc.) e estar disposto a auxiliar o afilhado estrangeiro sempre que necessário. Para a escolha, serão considerados aspectos como o domínio do idioma do intercambista; o curso do padrinho (se aplicável), devendo ser, preferencialmente, o mesmo do aluno estrangeiro; e a região de residência do padrinho, preferencialmente nos Vales.

O que fazer para tornar o processo de apadrinhamento proveitoso?

Em um primeiro momento, tudo é novidade para o aluno estrangeiro. Dessa forma, é necessário ficar atento a alguns aspectos:

  • nos primeiros encontros, tente entender a cultura do afilhado. Seja paciente, cauteloso e evite situações constrangedoras
  • observe como o intercambista se comporta ao cumprimentar, falar, se despedir e demonstrar afeto, e tenha empatia
  • se o aluno tiver dificuldades de compreender o Português, tente falar mais devagar e explique o significado de algumas palavras (em especial das gírias)
  • pergunte sobre a cultura do país de origem do afilhado. Ele adorará conversar sobre esses aspectos e conhecer um pouco mais sobre os brasileiros!

Para mais informações

Contate a Diretoria de Relações Internacionais, pelo e-mail mobility@univates.br, ou pelo telefone (51) 3714 7000 Ramal 5476.