Utilizamos cookies neste site. Alguns são utilizados para melhorar sua experiência, outros para propósitos estatísticos, ou, ainda, para avaliar a eficácia promocional do nosso site e para oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações sobre os cookies utilizados, consulte nossa Política de Privacidade.

Colômbia

MIGUEL ANGEL RAMIREZ CHARRY - Intercambista colombiano - Ciências Exatas

"Viajar é mais do que ver as coisas, é uma mudança profunda e permanente nas ideias da vida."

Miriam Beard

 

Realizar mobilidade acadêmica no exterior oferece a possibilidade de experimentar um novo mundo, cheio de incertezas e questionamentos que pouco a pouco cada pessoa quer ir descobrindo. Difícil é descrever o quão valioso pode ser um intercâmbio por tudo o que se aprende e conhece. O mais importante é pensar que tudo é uma experiência pessoal e, portanto, está sujeita a vivências e expectativas particulares de cada um. O que sem dúvida posso dizer é que tomar o risco de fazer um intercâmbio é desejo pessoal, um desafio, que pode ser fácil ou difícil, mas que, com certeza, vale a pena experimentar. Essa aventura trata-se de deixar de lado prejuízos e medos, e prepara-nos para conhecer e compreender outra cultura.

Trata-se de aproveitar cada momento, cada pessoa, cada lugar. Trata-se de quer bem a sujeitos que, com pequenos detalhes, alegram tua vida. Trata-se de desfrutar cada abraço, sorriso e palavra. Trata-se de conhecer a si mesmo, de olhar tudo com outros olhos, de dar tempo ao tempo. Trata-se de um processo de adaptação e aceitação. Trata-se de compartilhar não só com uma pessoa, mas com muitas pessoas, porque cada uma é diferente e tem um mundo para lhe mostrar. Trata-se de ir mais além do que você acha que pode fazer, de ir atrás de seus sonhos, metas e desejos. Trata-se de rir de tudo, de ter um olhar mais positivismo do que negativismo. Trata-se de contagiar-se com risos e alegrias, de dar cor à sua vida. Trata-se de ousar fazer o que nunca pensava ser capaz. Trata-se de mudar pensamentos de moralidade, de equivocar-se, porque você aprende com seus erros, e apesar de uma forte queda, mais impressionante é o seu retorno. Trata-se de dançar, de ler, de comer, de jogar, de viajar, de analisar, de refletir, de pensar, de atuar, de viver cada instante em que a vida acontece.

Não se trata de agir com indiferença, porque, de alguma forma, você se sente mal com isso. O passado, o tempo e as palavras nunca mais voltam, não se trata de arrepender-se por coisas não vividas, tudo na vida acontece por uma razão. Um intercâmbio é a melhor experiência e, sem dúvida alguma, foi a melhor coisa que me aconteceu. Obrigado, Brasil, obrigado, Lajeado, obrigado a todos e por todas as coisas que aconteceram neste período., Eu volto para meu país natal com pensamentos novos e com o maior sorriso do mundo.

Clique para ampliar

Diários Relacionadas