Utilizamos cookies neste site. Alguns são utilizados para melhorar sua experiência, outros para propósitos estatísticos, ou, ainda, para avaliar a eficácia promocional do nosso site e para oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações sobre os cookies utilizados, consulte nossa Política de Privacidade.

Colômbia

Erika Zareth Cruz Otalora - Administração de Empresas

Tudo começou quando uma menina ouviu algumas pessoas falando sobre viajar para fora do país. Então a menina pensou:  “Eu quero fazer isso” e começou a se organizar para a realização deste sonho. Depois de alguns meses, ela recebeu permissão para viajar  ao Brasil.

Essa menina sou eu: Erika Cruz. No dia 13 de fevereiro de 2017, iniciei minha viagem para o Brasil. Nos primeiros dias após a chegada ao país, eu estava muito feliz e curiosa, mas também tinha um pouco de medo.

Aqui eu conheci pessoas muito boas, como meus professores e diversos moradores do bairro Universitário. Eu lembro que, no início, algumas pessoas só me observavam, até mesmo na Univates, pois percebiam que sou colombiana. Diziam: “Você é colombiana!”. E eu, com um sorriso, respondia: “SIM, SIM!” Foi engraçado!

Vou mencionar minhas experiências em três partes, educação, cultura e crescimento pessoal:

  1. Educação

Esta experiência está me proporcionando grandes aprendizagens, já que, em primeiro lugar, a língua é nova para mim, pois eu não  havia estudado português antes de chegar no Brasil. Felizmente a Univates  nos deu aulas de português e com a melhor professora de português, Marcela Fischer, que ajuda muito todos os alunos. Cada uma das aulas trouxe como abordagem o modo de pensar dos brasileiros, pois para falar uma língua você tem que pensar como as pessoas que falam o idioma.

Eu curso Administração em Segurança e Medicina do Trabalho e estou começando a entender as aulas. Até agora obtive muito conhecimento e minha vida de universitária ficou mais fácil.

Meu modo de vida muda após cada aula, já que agora eu tento tirar proveito de tudo, não só estudar os temas superficialmente. No entanto, alguns conteúdos eu já conhecia e também é muito bom compartilhar meus conhecimentos com meus colegas e professores.

  1. Cultura

Até agora o lugar que mais conheço é Lajeado. Aqui há muitas pessoas de descendência alemã e italiana, com cultura mais europeia. No mais, tudo é diferente da Colômbia, culturalmente falando. Depois dessa primeira impressão do Sul do Brasil, eu também experimentei algumas das comidas típicas da região e conheci as danças e atividades tradicionais, como tomar chimarrão.

  • Culinária: aqui eu conheci sagu, nega maluca, brigadeiro, pudim, goiabada, cuca, entre outras sobremesas, e alimentos tradicionais, como polenta, abacaxi assado, feijão, churrasco etc.

  • Danças: eu participei de um evento com música gauchesca e também ouvi música sertaneja e funk.

  • Atividades tradicionais: a gente toma chimarrão quase todo o tempo na Universidade e no trabalho. Nos finais de semana os jovens se reúnem em frente à Biblioteca para conversar.

  • Crescimento pessoal. 

Percebo que eu mudei meu modo de pensar. Sei que agora não sou mais a mesma pessoa, minha cabeça está mais aberta às mudanças e tenho mais vontade de fazer atividades diferentes. Causava-me medo conhecer novas pessoas que são diferentes de mim. Eu conservo meus valores, mas agora sou mais flexível para mudar e tenho autoconhecimento para explorar novas culturas. Eu sou apenas um pequeno ser na Terra para contribuir e melhorar o ambiente, a sociedade e os problemas sociais, e para extingui-los deve-se primeiro aprender a conhecer esse mundo vivo.

 

Clique para ampliar

Diários Relacionadas