Escritores celebram criação da Academia Literária do Vale do Taquari

Postado em 10/10/2005 00h

Por -



------ Foi criada oficialmente na noite da terça-feira, dia 5, a Academia Literária do Vale do Taquari (Alivat). A assinatura de um protocolo de intenções entre a entidade e a UNIVATES marcou o momento, realizado no Espaço Arte do Prédio 2 da Instituição, na presença de autoridades e escritores do Vale do Taquari. A criação da Academia integrou a programação do II Encontro dos Escritores do Vale do Taquari e da Semana Acadêmica do Curso de Letras da UNIVATES.

------A proposta da Alivat será auxiliar os escritores do Vale, estimados em cerca de 120, apoiando-os nas diversas etapas da atividade e valorizando a produção literária regional. Compondo a mesa oficial do evento, estiveram a presidente da Alivat, professora e escritora Ana Cecília Togni, a pró-reitora de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação da UNIVATES, Simone Stülp, a representante da Secretaria de Educação de Lajeado, Carmen Becchi Christ, e a coordenadora do Núcleo de Cultura da Instituição, Ana Lúcia Pretto,

------Em seu pronunciamento, Ana Cecília Togni observou que a idéia de criar uma associação representativa de escritores da região vem tomando forma há pelo menos três anos. Ela destacou que a entidade não é destinada somente a escritores com obras publicadas, mas a todos os apaixonados pelo mundo da literatura, aos que gostam de escrever. Citando pensamentos de Goethe, Ana Cecília falou também da ousadia e coragem necessárias à criação da Alivat. “Hoje o poder nos está dado para conduzir esta entidade, na qual deverão estar presentes todos os escritores do Vale do Taquari”, concluiu.

------ “A UNIVATES sente-se feliz em estar assinando este protocolo de intenções, que representa a consolidação da literatura no Vale do Taquari”, disse a pró-reitora Simone Stülp. Ela frisou que o envolvimento da Instituição com o Vale não passa apenas pelo setor econômico, mas pela questão do conhecimento e da cultura, importantes formas de desenvolvimento regional.

------ A escritora Marisa Martins também prestigiou o evento. Para ela, há muitos anos já deveriam ter sido reunidos os talentos literários em uma entidade como essa. Marisa observa que o mundo da publicação é muito difícil, uma vez que existe todo um processo comercial a ser vencido, um mercado selvagem. “Se tu não tens essa estrutura muito forte, de marketing e financeira, especialmente, tu não consegues. É quase impossível viver apenas como escritor; então, escreve-se como um deleite pessoal, mas sempre com a intenção de mostrar o seu trabalho aos leitores, o escritor tem essa necessidade de interação”, afirma ela. Em relação à Academia, a escritora acredita que a união dará mais força ao grupo e será possível melhorar a situação, além de servir como um incentivo à descoberta de novos talentos.

------ Integram ainda a diretoria da Alivat os escritores Jorge Moreira (vice-presidente), Deolí Gräff (secretário) e José Alfredo Schieroldt (tesoureiro). O conselho é composto por Genuíno Antônio Ferri, Osmar Agostini, Nara Terezinha Knaack, Voni Loposinski e Juliano Stapenhorst Sehwarz. Antes do ato de criação da entidade, o auditório do Prédio 3 sediou a palestra “Érico Veríssimo e o Tempo e o Vento”, ministrada por Ana Lúcia Fauri.

------ Fotos: Tamara Bischoff.


Fonte: Assessoria de Comunicação

Notícias Relacionadas