O que ovos e palitos de picolé têm a ver com a Engenharia Civil?

Postado as 2018-10-19 08:32:21

Por Ana Amélia Ritt

Construir uma estrutura que seja firme o suficiente para proteger ovos, você já ouviu falar sobre isso? Essa é uma das competições - intitulada Aparato de Proteção ao Ovo (APO) - que integra as atividades realizadas pelo curso de Engenharia Civil da Univates. Além dessa, outras duas competições desafiam alunos: a de Kit Estrutural Mola e a Ponte de Palitos de Picolé. As provas buscam trazer novos desafios e aproximar a teoria e a prática.

Nicole Morás

“Queremos estimular a procura de soluções e a resolução de desafios”, explica a professora Rebeca Jéssica Schmitz. “Esse é um momento em que os estudantes têm de retomar o que viram em outras disciplinas e unir os conhecimentos para a realização do que é proposto”, completa a coordenadora do curso de Engenharia Civil, Betina Hansen.

Natália Bottoni

As iniciativas contam com a participação de acadêmicos de diferentes disciplinas e, além de divertidas, buscam aproveitar o material já disponível na Instituição - no caso dos kits de molas - e tornar visível e palpável o conhecimento teórico. “As atividades estimulam a integração, o trabalho em equipe e a troca de ideias, ou seja, elas também acabam mostrando a realidade do futuro profissional, do mercado de trabalho”, completa a professora Débora Pedroso Righi.

Carolina Bernhard é uma das estudantes que participou do desafio APO, que consiste na construção de uma estrutura de concreto que deve suportar impactos protegendo o ovo que está embaixo.

Ana Amélia Ritt

O Aparato de Proteção ao Ovo, assim como outras atividades práticas da graduação, é importante para que se faça a relação dos conteúdos desenvolvidos em sala de aula com a experiência de lidar com instrumentos e materiais que estarão presentes na vida de um engenheiro civil
estudante de Engenharia Civil Carolina Bernhard

Conforme a aluna, todos os parâmetros para a moldagem e preparo da estrutura - como dimensões e quantidade de barras de aço - foram baseados nas regras desenvolvidas pelo Instituto Brasileiro do Concreto (Ibracon), que promove competições nacionais na área. “O primeiro desafio foi investigar diferentes traços de argamassas e/ou concretos para serem utilizados na estrutura do APO. Por meio do Laboratório de Tecnologia da Construção (Latec) tivemos a oportunidade de testar variadas misturas cimentícias e suas resistências mecânicas”, esclarece, complementando que a preparação para a competição também contou com uma pesquisa bibliográfica. “Isso fortaleceu ainda mais os conhecimentos teóricos adquiridos ao longo da graduação”, afirma. 

Quer saber mais sobre o curso de Engenharia Civil? Clique aqui.

Nicole Morás