Divulgação

Quanto ganha um analista de dados?

Postado as 10/06/2019 11:51:18

Por Nicole Morás

Por ainda ser novidade e não haver muitos profissionais no mercado, a carreira de analista de dados tem uma média salarial de R$ 4.270,00. O salário inicial parte do valor de cerca de R$ 1. 400,00 e, conforme relatório da empresa de recrutamento Robert Half, pode chegar a ter salários de R$ 12,5 mil. O valor da remuneração varia de acordo com a formação e o nível de experiência do profissional. Para o cargo de especialista, a remuneração pode chegar a R$ 22 mil, segundo o mesmo relatório da Robert Half.

Geralmente a trajetória desse profissional inicia como auxiliar administrativo, vendedor ou analista de sistemas, para então assumir cargos com a função de analista de dados. A partir disso, as possibilidades de ascensão são como administrador de banco de dados, especialista de big data e posições de liderança.

O que um analista de dados faz?

Divulgação

 

O relatório da Robert Half destaca ainda que as habilidades mais demandadas por profissionais da área de tecnologia são: visão estratégica, idiomas e boa comunicação. Comunicação? Isso mesmo, porque o analista de dados irá coletar e interpretar os dados. E depois terá de apresentá-los ao cliente ou à direção da empresa e, eventualmente, convencê-los da importância daqueles dados.

No mercado

Diplomado pela Univates, Rafael de Oliveira é analista de comunicação e marketing e sua atividade está diretamente relacionada com a análise de dados, aqui mesmo na Univates. Para ele, a análise da dados se estende para muitas áreas, mas a de marketing é uma das que mais precisa de análise e tratamento de dados que possam gerar informações de extrema importância para embasar decisões mais assertivas. “A gente analisa tudo o que possa contribuir para definir a nossa estratégia de marketing”, resume. 

Nicole Morás

Oliveira acredita que sua contratação se deu em função do seu perfil e da sua formação. “Tenho um perfil de quem analisa as coisas, um senso mais crítico para tentar buscar a ideia principal. Além disso, minha graduação em Administração com linha de formação em Análise de Sistemas me habilita para as duas áreas”, afirma. Ele também destaca a importância da experiência que teve durante sua trajetória profissional para ser contratado para a análise de dados.

Tive uma experiência anterior em que realizava a análise de dados e do negócio do cliente para criar painéis com as informações estratégicas. Para isso eu precisava entender o negócio, entender como a empresa tratava a informação e começar a gerar visões que eles não tinham anteriormente. Então, com isso, a gente acaba criando uma base de conhecimento muito grande que auxilia no desempenho da função
acredita Rafael de Oliveira, analista de dados da Universidade do Vale do Taquari - Univates

Dados e negócios

Além do profissional analista ou cientista de dados, Augusto Fleck, CTO da BIMachine - empresa do RS que atua na implantação de plataforma para business intelligence, ressalta a oportunidade de ocupação como analista de negócios. “É um segmento que sempre existiu. Esses profissionais estão sendo bastante valorizados no mercado e estão nas áreas financeira, comercial e do marketing, pois conseguem ter uma visão mais ampla da organização”, afirma. Mas e qual a relação com os dados? Toda!

Tuane Eggers

 

Fleck explica que o analista de negócios pode se tornar importante no mundo da análise de dados e na elaboração de relatórios. O analista de negócios é responsável por analisar e distribuir o dado, analisar cenários e identificar problemas na organização.

Interessa-se pela carreira de analista de dados?

Então conheça alguns cursos da Univates que podem ser relevantes para você:

Engenharia da Computação

O curso da Univates está entre os três melhores do Rio Grande do Sul de acordo com avaliação de 2017, divulgada em 2018, pelo Ministério da Educação (MEC). Entre as particulares, Engenharia da Computação é o segundo melhor avaliado de todo o Brasil. O curso prepara você para atuar no desenvolvimento de sistemas computacionais que integram hardware e software, tendo domínio de áreas como eletrônica digital, dispositivos móveis, software básico (programas que conversam com equipamentos) e redes de computadores.

Engenharia de Software

A graduação em Engenharia de Software da Univates é o melhor curso do país de acordo com avaliação de 2017, divulgada em 2018, pelo Ministério da Educação (MEC). Neste curso você aprenderá a criar softwares para computadores, dispositivos móveis e servidores nos quais as aplicações são executadas. Terá acesso a conhecimentos específicos sobre programação, banco de dados, arquitetura e qualidade de software.

Análise e Desenvolvimento de Sistemas EAD

O objetivo do curso é formar um profissional com visão generalizada na área de tecnologia da informação (TI), com vistas na análise, projeção e desenvolvimento de sistemas. Com capacidade de criação e implantação de aplicações de software com banco de dados, conhecendo a estrutura de redes, equipamentos e periféricos, ambientes operacionais e linguagens de programação. Com capacidade de solucionar problemas de informática, criando ou definindo softwares e projetos que devem ser adotados na empresa.