Estudante viaja 1.850 km para realizar matrícula no curso de Medicina da Univates

Postado as 04/02/2020 15:47:10

Por Lais Pontin Matos

O sonho de ingressar no curso de Medicina 🩺 fez com que Amanda Rodrigues da Silva Lira viajasse de Goiás, estado onde mora, para Lajeado para realizar sua matrícula na Universidade do Vale do Taquari - Univates. Acompanhada pelo pai, Valdir Rodrigues de Lira, a estudante percorreu de carro, em menos de 24 horas, os 1.850 km 🛣️ que separam os dois destinos. 

Mayara Lisboa

Amanda, que expressa desde criança seu desejo de ser médica, conta que conheceu a Univates pela internet. “Soube que a Instituição existia ao ver uma postagem patrocinada no Instagram, e justamente por ter me interessado pela Universidade decidi me inscrever no processo seletivo para o curso de Medicina”, explica. Quando o resultado da aprovação chegou 🙏, a estudante sentiu-se feliz e, ao mesmo tempo, apreensiva. “Se quisesse efetuar a matrícula, deveria vir para Lajeado. Eu estava em Goiás, por isso fiquei um pouco nervosa”, revela.

Na noite em que souberam da aprovação na Univates, Amanda e seu pai começaram a estudar algumas possibilidades de deslocamento para Lajeado. “Pensamos em vir de avião, mas os voos que pesquisamos fariam conexões demoradas em cidades como Brasília e São Paulo. Acabaríamos perdendo muitas horas em aeroportos e corríamos o risco de nem chegar aqui no tempo certo”, explica de Lira. Ele acrescenta: “o jeito então foi pegar o carro 🚗 (que já estava devidamente abastecido), configurar o aplicativo de GPS e encarar a distância que nos separava de um sonho”.

Durante o trajeto, pai e filha enfrentaram alguns contratempos, mas em nenhum momento cogitaram desistir da viagem. Eles fizeram as refeições dentro do carro, parando apenas em postos de gasolina ⛽ para abastecer o veículo e ir ao banheiro. Em determinado ponto do percurso acabaram desviando-se da rota traçada pelo GPS, o que lhes custou uma hora de atraso na chegada à cidade gaúcha. 

“O campus é lindo e muito tecnológico” 😍

Lais Pontin Matos

Quando Amanda e Valdir finalmente puseram os pés em Lajeado, depois de aproximadamente 21 horas de viagem, sentiram que os esforços de quase um dia inteiro valeram a pena. “Fomos muito bem recebidos pelo pessoal da Univates 👏 e por alguns habitantes da cidade, que se mostraram amáveis, gentis e prestativos”, vibra de Lira.

Amanda afirma ter ficado impressionada 😮 com a infraestrutura da Universidade que a acolherá como estudante pelos próximos seis anos, tempo mínimo de duração do curso de Medicina.

O campus é lindo e muito tecnológico. Os funcionários da Univates foram atenciosos, tiraram minhas dúvidas e me auxiliaram em todas as etapas burocráticas da matrícula
diz a jovem, que depois de formada pretende se especializar nas áreas médicas de cardiologia ou neurologia.

Pai e filha retornaram a Goiás pois a estudante quer despedir-se de amigos e familiares antes de as aulas começarem. Mesmo com o tempo apertado, Amanda e Valdir fizeram um acordo: a jornada de volta iniciaria somente depois de um apetitoso jantar em alguma churrascaria 🍖 de Lajeado.

🎓 Já conhece os benefícios de ser aluno da nossa Universidade? 

🎓 Como usar a nota da redação do Enem para ingressar na Univates? 

🎓 Quais são os programas de financiamento estudantil da Univates?