Conheça o protocolo de cuidados para a volta das atividades práticas

Postado as 22/05/2020 16:23:23

Por Nicole Morás

Elise Bozzetto

A partir da próxima segunda-feira, dia 25, a Universidade do Vale do Taquari começa um cronograma de retorno das atividades práticas de forma gradativa e intercalada. Para isso, a Univates irá adotar um protocolo de iniciativas para acesso e permanência no campus, com o objetivo de proteger toda a comunidade acadêmica. O acesso ao campus se dará exclusivamente pelas entradas principais dos Prédios 1, 11 e 16, sendo obrigatória a utilização de máscara para entrada e permanência na Instituição, conforme Decreto Municipal nº 11.529, de 14 de abril de 2020.

Além disso, ao acessarem o campus, estudantes e funcionários deverão realizar termometria, ou seja, medição da temperatura corporal, nos pontos que serão gradativamente instalados nas entradas dos prédios.

Inicialmente, a termometria poderá ser realizada no Prédio 7 (sala 209 - Ambulatório de Saúde), no Prédio 16 (na Clínica Universitária Regional de Educação e Saúde - Cures) e no Prédio 22 (no Ambulatório de Especialidades Médicas). Se a temperatura corporal for igual ou superior a 37,8C, o que indica febre, o acesso ao campus não será autorizado e será entregue um documento que servirá de comprovação para afastamento das atividades, devendo-se seguir as orientações disponíveis no protocolo, disponível aqui.

As medidas de acesso e permanência no campus também incluem higienização de mãos e materiais de uso pessoal , respeito às normas de distanciamento, procedimentos em caso de sintomas e uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Também há orientação para que pessoas pertencentes ao grupo de risco não retornem às aulas presenciais, devendo comunicar à coordenação de curso, que informará o procedimento a ser realizado.

Os procedimentos de acesso e permanência no campus foram aprovados pelo protocolo administrativo 16177/20, que estará em vigor enquanto perdurar o contexto da pandemia de Covid-19.

Retorno das atividades acadêmicas

Os componentes curriculares que demandam experiências práticas estão sendo organizados para recuperação das aulas no final do mês de maio. Cada Centro irá organizar o cronograma de realização dessas aulas com os coordenadores de curso e comunicar aos seus estudantes.

Já os estágios curriculares obrigatórios, por dependerem em parte dos cenários de prática, serão realizados à medida que esses campos estiverem disponíveis e seguros (alguns locais não estão aceitando estagiários, por exemplo). Por essa razão, o prazo de conclusão do estágio está sendo prorrogado, independentemente de adentrar parcialmente no segundo semestre, sem prejuízo à continuidade da matrícula do estudante nos componentes curriculares subsequentes.

Aulas virtualizadas

As aulas foram organizadas de forma virtualizada, assim como atividades que podem ser realizadas de forma remota (bancas de trabalho de conclusão de curso, orientações, eventos, reuniões, entre outras). 

Essas atividades e, em especial, as aulas que possibilitam a concretização dos objetivos pedagógicos independentemente da ocorrência de encontros presenciais seguem de forma virtualizada até o final do semestre.