Voluntário em projetos de pesquisa da Univates organiza feira científica on-line

Postado as 25/06/2020 15:07:08

Por Vinicius Mallmann

 

Ocorre entre os dias 26 e 28 de junho, a 1ª Feira Brasileira de Jovens Cientistas (FBJC). Organizada por jovens cientistas, a feira tem como objetivo divulgar, lapidar, conectar e valorizar trabalhos desenvolvidos por estudantes de Ensino Médio durante sua caminhada escolar. O evento, que ocorre totalmente on-line, pode ser acessado através do site fbjc.com.br.

Ana Amélia Ritt

Cofundador e responsável pela Coordenação de Gestão do evento, Peterson Haas, de 18 anos, é um dos organizadores do evento. Conforme ele, o gosto pela ciência já vem desde muito cedo. “Em 2014 participei de uma oficina de ciências na minha escola. Esse foi meu primeiro contato. Meu projeto foi escolhido para a Feira de Ciências da Univates e com ele meu grupo recebeu o 1º Lugar. Depois dessa conquista, despertei cada vez mais a paixão pelos projetos que eu desenvolvia. A ciência e a pesquisa já se tornavam a ferramenta capaz de gerar uma mudança em mim”, conta o estudante.

Em 2017, Peterson voltou a ser premiado na Feira de Ciências, o que resultou na obtenção de uma bolsa de iniciação científica júnior para estudar em pesquisas científicas da Univates. “Essa oportunidade foi muito interessante. Queria ter um envolvimento maior com a área da pesquisa e com a bolsa isso se tornou possível”. Além dessa experiência, Peterson ainda participou de um curso sobre biotecnologia e biociências na Universidade de Stanford, na Califórnia, Estados Unidos. Atualmente, ele atua como voluntário em projetos de pesquisa na Univates.

Sobre o evento

Com cerca de 750 estudantes finalistas, a 1ª Feira Brasileira de Jovens Cientistas (FBJC) terá a apresentação de mais de 280 pesquisas desenvolvidas por estudantes do Ensino Médio de todo o Brasil. A abertura do evento ocorre nesta sexta-feira, 26, às 18h, e conta com a participação do jornalista Luciano Huck, do pesquisador Marcelo Gleiser, da cientista Jaqueline Goes, do designer de aprendizagem Eduardo Valladares e do professor Flávio Di Cola. Além das apresentações, a programação ainda conta com uma Maratona de Inovação, oem que os pesquisadores juvenis irão desenvolver soluções para problemas comuns à sociedade, e também haverá palestras com pessoas influentes na área científica.