Estudantes realizam pesquisa que reforça a importância do uso de máscaras reutilizáveis

Postado as 26/06/2020 09:20:31

Por Redação

Na disciplina Projeto Integrador do curso de Direito da Univates, os estudantes foram instigados a identificar um problema social pertinente à realidade jurídica e propor soluções. Considerando a atual situação da pandemia de Covid-19, o grupo percebeu que há muita preocupação em relação à segurança dos trabalhadores da área da saúde que atuam no combate ao vírus, que realizam um trabalho de importância incontestável. No entanto existem outros profissionais com trabalho relevante no combate ao coronavírus e que não recebem muita atenção, como os trabalhadores envolvidos no recolhimento do lixo.

Devido à obrigatoriedade do uso de máscaras para a prevenção da doença, a utilização de equipamentos de proteção cresceu de forma significativa, e consequentemente a quantidade de lixo proveniente do descarte aumentou também. “Esse lixo apresenta um risco para a sociedade, principalmente para o trabalhador que atua diretamente nessa área, uma vez que os materiais podem estar contaminados”, afirma a estudante Eduarda Schroeder.

Após pesquisas e consultas sobre como realizar o correto descarte de máscaras, os estudantes constataram que não existe uma orientação clara e padronizada sobre isso e elaboraram um material informativo. Eduarda explica que é majoritário o entendimento de que se deve optar pela incineração, processo que não é viável em ambiente domiciliar. Assim, é sugerido que se faça o descarte das máscaras em saco plástico, identificando que ele contém material de risco ou, ainda, que o descarte seja feito no lixo do banheiro, que é levado diretamente para o destino final.

Considerando as informações obtidas, o grupo não estava satisfeito. “Acreditamos que poucas pessoas se dedicariam ao destino correto desses materiais, não só em razão da rotina agitada e possível falta de tempo, mas também por não terem conhecimento dessas orientações, que não são muito propagadas”, analisa a estudante.

 

Dessa forma, o grupo concluiu que o ideal é fazer o uso de máscaras reutilizáveis, as quais podem ser lavadas e utilizadas novamente, não necessitando de descarte. Assim, protegem-se quem trabalha com resíduos sólidos, contribui-se para a menor produção de lixo e evitam-se possíveis contaminações do meio ambiente.

Hoje, mais do que nunca, é tempo de nos protegermos, protegermos os outros e o planeta. Se precisar sair de casa, use máscara e, se possível, opte pelas máscaras reutilizáveis
Eduarda Schroeder, estudante de Direito