Estudantes da Univates criam empresas durante a graduação

Postado as 04/11/2020 14:30:44

Por Vinicius Mallmann

Júlia Amaral

Um dos objetivos da Universidade do Vale do Taquari - Univates é instigar os seus estudantes a empreender. Para isso, além de contar com a Incubadora Tecnológica da Univates (Inovates) e componentes curriculares da área da gestão e empreendedorismo, durante as aulas os estudantes são estimulados a desenvolver habilidades práticas dentro de suas respectivas áreas.

 

Na mais nova iniciativa da Instituição, o professor dos cursos de Engenharia de Software e Engenharia da Computação, Fabrício Pretto, decidiu inovar, e ao invés de utilizar como metodologia de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) uma abordagem de pesquisa, desafiou seus estudantes a desenvolverem suas próprias empresas.

 

Para o professor, este novo modelo de trabalho é muito importante para a formação técnica e social dos estudantes. “É uma nova iniciativa de TCC, que coloca o estudante como protagonista do seu próprio negócio ao se formar. Além de colocar em prática o conhecimento adquirido durante o curso, os estudantes ainda desenvolvem o senso de gestão e desenvolvimento, que são muito importantes para todos os profissionais”, destaca Pretto. Os primeiros TCCs neste modelo serão defendidos em dezembro e apresentam diferentes soluções empreendedoras para produtos tecnológicos.

Conheça alguns projetos:

Divulgação

 

PickBus

Desenvolvido pelos estudantes Lucas Wantz da Motta, do curso de Engenharia da Computação e Morgana Bagatini, de Engenharia de Software, o PickBus é um aplicativo voltado ao fretamento de transporte de passageiros (utilizados para ir a shows, eventos esportivos, entre outros). O produto tem como objetivo simplificar as tarefas do processo e tornar algo automatizado. “Sempre tivemos a vontade de empreender e desenvolver algo novo e útil para as pessoas, porém, a falta de tempo ou de engajamento nos fazia deixar a ideia de lado. Com essa proposta de TCC, tivemos a oportunidade de transformá-la em realidade, agregando o estudo do empreendedorismo, boas práticas da Engenharia de Software e colocando prazos às tarefas de desenvolvimento”, relatam os estudantes.

Arquivo Pessoal

Para colocar o aplicativo no ar, Lucas e Morgana dividiram as tarefas, conciliando assim, todo o conhecimento e trabalho. “A aplicação está gerando uma carga de trabalho bem grande, porém, estamos adquirindo conhecimento na mesma proporção. Sobre o fato de desenvolvermos o projeto juntos, cada um se especializou em uma área distinta da aplicação (web e mobile). Não foi um problema, nossa comunicação é boa e nossa amizade de longa data facilita a tomada de decisão”, contam.

O PickBus encontra-se em processo final de desenvolvimento, tendo seu lançamento previsto para mês de novembro, inicialmente nas versões web e mobile para Android. Mais informações podem ser obtidas nas contas do Facebook e Instagram do aplicativo, ou no site www.pickbus.com.br.

Bewize 

 

Colega de Lucas e Morgana, Christian Bayer, do curso de Engenharia de Software, também desenvolveu, como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), o seu projeto de empresa. Focado em centralizar pontos de entretenimento em uma plataforma, Christian criou o Bewize, uma ferramenta que busca facilitar a vida dos consumidores, proporcionando uma nova e melhorada experiência ao buscar entretenimento, comidas ou bebidas.

Arquivo Pessoal

 

Conforme explica o estudante, a ideia de criar o Bewize surgiu a partir da falta de ferramentas que centralizam informações de pontos de entretenimento em um único lugar. “Sempre senti uma necessidade de encontrar uma alternativa aos meios tradicionais de marketing, onde geralmente os estabelecimentos utilizam as redes sociais como principal ferramenta para atrair os clientes, mas que torna-se muitas vezes pouco efetivo, devido principalmente à forma como o algoritmo do Facebook ou Instagram interpreta e entrega esse conteúdo. Muitas vezes as pessoas seguem os estabelecimentos nas redes sociais, mas acabam por não receber todas as publicações, e com isso, perdendo eventos e promoções”, relata.

Divulgação

O Bewize esta está no ar desde o dia 3 de outubro, no site bewize.com.br/, e já conta com alguns estabelecimentos cadastrados. Interessados em cadastrar seu espaço podem entrar em contato através do e-mail contato@bewize.com.br ou preenchendo o formulário disponível no site https://bewize.com.br/partners. De acordo com Christian, o App deve ser disponibilizado em breve nas lojas de aplicativos.

 

 

Cursos da área da TI recebem inscrições

Os cursos da área da Tecnologia da Informação estão entre as 31 opções de cursos de graduação presencial da Univates que recebe inscrições. O ingresso pode ser realizado por provas de redação, ingresso pela nota do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) ou nota de vestibulares anteriores da Univates. As inscrições são gratuitas e acontecem no site univates.br/vestibular/inscricao. Para participar, o candidato seleciona a modalidade e o polo, quando for curso EAD, e preenche um formulário com seus dados. Ao finalizar a inscrição, é enviado e-mail com uma senha para acessar o ambiente virtual de prova em univates.br/startunivates. A prova pode ser realizada a qualquer momento e tem duração de até duas horas a partir do momento do sorteio do tema da redação.

 

A correção das provas acontece em até 48 horas, e o resultado é enviado para o e-mail do candidato, que, se aprovado, pode realizar sua matrícula de forma on-line em univates.br/startunivates.